Museu Metropolitano de Lima

Em um dos espaços mais famosos da cidade de Lima está o museu metropolitano, uma proposta cultural moderna que resgata a história de Lima, desde seus primeiros habitantes até os dias atuais passando pela ocupação Inca e Espanhola. A poucos passos de distância encontram-se locais importantes como o Estádio Nacional, o Museu de Arte de Lima (Mali) e o Museu Italiano. Aprenda como ir, quanto custa e o que ver nesta atração turística.



Descrição

O Museu Metropolitano de Lima é um centro cultural com objetos museológicos e exposições tridimensionais em áudio, vídeo e até objetos tridimensionais que explicam o desenvolvimento histórico da cidade de Lima.

Foi inaugurado em 2010 num palácio neoclássico originalmente destinado ao Ministério do Desenvolvimento e Obras Públicas construído em 1924. Em 2005, o então prefeito Luis Castañeda Lossio mandou recuperar o prédio para fazer o museu, cujo conteúdo ficou a cargo do cineasta Luis Llosa.

O museu possui 27 salas de projeção com material audiovisual em 3D e 4d. Algumas das exposições mais importantes: o desenvolvimento histórico da Praça principal em Lima, a chegada dos espanhóis, a destruição do importante Santuário de Pachacamac, o vice-reino do Peru em Lima, o terremoto de 1746, os ventos da independência, a declaração da independência do Peru, as guerras para manter a independência, a guerra contra o Chile e a Espanha, a sociedade de Lima no século 18, no século 14 e a migração provincial para Lima.

O Museu Metropolitano de Lima também possui uma biblioteca bem compilada com um arquivo de eventos históricos importantes da cidade. Possui também uma sala de exposições temporárias onde é possível ver até 577 telas de artistas renomados como Pancho Fierro, Víctor Humareda, Julia Codesido e Ángel Chávez.

Localização

O museu está localizado no coração de Lima, dentro do famoso Parque de Exposições da cidade. Seu endereço exato é Avenida 28 de Julio com Avenida Garcilaso de la Vega - Cercado de Lima.

Como chegar ao museu

Para chegar ao museu, você pode pegar um táxi em qualquer lugar do centro de Lima. Do distrito de Miraflores, você pode pegar os ônibus de transporte público da 'Linha Azul' (custo da viagem de 1,5 soles peruanos). De outra parte de Lima, você pode pegar o transporte público que passa pela 'Avenida Wilson' ou 'Avenida Arequipa'.

Mapa do museu

A história de Lima no museu

O museu expõe de forma didática a história de Lima ao longo de mais de 10 mil anos. Essa longa história começa com os primeiros habitantes da cidade que se dedicaram à caça e coleta.

As primeiras culturas registradas em Lima são a 'Maranga', a 'Lima' e a 'Ychma' que habitaram o vale do rio Lurín, Rímac e Chillón desde o século I DC até o século 15 DC Na época, o Santuário de Pachacamac e importantes centros religiosos e urbanos da região foram invadidos pela cultura Huari.

A partir do século XV, os Incas se estabeleceram em Lima tendo como seus templos importantes como o Santuário de Pachacamac. No entanto, quase um século depois, o templo foi saqueado pelos espanhóis que acabaram fundando o 'Vice-Reino do Peru'.

Em 1535 os espanhóis fundaram a cidade de Lima. Francisco Pizarro realizou esta cerimónia na Praça principal. Nesse mesmo lugar, em 1821, o General José San Martín declarou a Independência do Peru.

Desde então, a cidade de Lima, capital do Peru, passou por inúmeros eventos históricos, alguns catastróficos como a invasão de tropas chilenas durante a Guerra do Pacífico (1879) ou os terremotos de 1970 ou 2007.

O desenvolvimento histórico fez com que Lima se tornasse uma cidade com uma mistura cultural variada, principalmente devido à migração de pessoas das províncias. Hoje, é uma cidade moderna que mantém um patrimônio multicultural único no país.

As salas de exposição

Sala de desenvolvimento da Praça principal de Lima - Esta sala expõe de forma audiovisual o desenvolvimento histórico e arquitetônico da praça principal da cidade. Houve importantes templos incas que mais tarde, durante a conquista, se tornaram templos católicos, como a famosa catedral.

Sala Dos Primeiros Homens De Lima - Por meio de vídeos educativos é explicado como era a vida dos primeiros habitantes do território de Lima. Esses homens estavam engajados na caça e na coleta. As pinturas rupestres permanecem como um vestígio de seu passado.

Sala em 3D que explica o encontro entre a cultura Lima e os Wari - Sala em 3D que por meio de vídeos com efeitos realistas recria o encontro entre essas duas culturas aproximadamente no século X DC

Sala de vídeo que explica a invasão do Santuário Pachacamac - Sala que explica a invasão e saque do Santuário Pachacamac pelos espanhóis que mataram os incas. O famoso Santuário de Pachacamac foi o oráculo mais importante durante o Império Inca.

Sala do terremoto de Lima em 1746 - Esta sala de cinema, uma das mais importantes do museu, recria o terremoto ocorrido em 28 de outubro de 1746, em vice-reinado pleno do Peru. A sala possui poltronas e efeitos sonoros que tremem e fazem o visitante sentir o que foi vivido naquela época.

Sala fotográfica que explica o desenvolvimento de Lima no século 20 - Através de uma exposição fotográfica lindamente iluminada você pode apreciar o desenvolvimento histórico de Lima no século 20. A migração de habitantes para a cidade se destaca a partir da segunda metade desse século.

Biblioteca Municipal

No segundo andar do museu fica a Biblioteca Municipal de Lima. A biblioteca possui uma importante coleção de literatura, história, ciência e muito mais. Também possui um arquivo histórico colonial, republicano e fotográfico que contém importantes eventos e documentos relacionados a Lima e ao Peru. Seus serviços adicionais incluem sua biblioteca infantil e juvenil, bem como sua coleção de 'Munilibros', publicada pelo próprio município de Lima.

Preços dos bilhetes

Estes são os preços de entrada no museu:

Horário de atenção

O museu abre suas portas de terça a domingo, das 10h às 18h.

Os únicos dias que permanecem fechados são: 1 ° de janeiro, 1 ° de maio, 24, 25 e 31 de dezembro, bem como a Quinta-feira Santa e a Sexta-feira Santa.

Fotos do Museu Metropolitano de Lima

Museo Metropolitano de Lima
Museo Metropolitano de Lima
Museo Metropolitano de Lima
Veja mais fotos de viajantes

Mais informação

Durante a sua visita ao Museu Metropolitano de Lima, aproveite para conhecer outros espaços culturais. Um dos lugares mais interessantes é o Museu de Arte de Lima (Mali), um espaço histórico repleto de história, cultura e arte.

Por promoção geral no Peru, o museu oferece entrada gratuita para todos os peruanos todos os primeiros domingos de cada mês.

Dentro do museu, é proibido tirar fotos ou gravar vídeos em áreas não autorizadas.

O museu está condicionado à visita de pessoas em cadeiras de rodas. Também oferece visitas regulares para pessoas com surdez.

Não é permitida a entrada no museu com alimentos ou bebidas. Também não é permitido o uso de dispositivos eletrônicos como telefones celulares (silencie ou vibre).

Atracções turísticas perto de Museu Metropolitano de Lima

Museu Pedro de Osma em Lima

O museu fica em Barranco, Lima. Possui 12 salas de arte colonial e moderna. É considerada a maior coleção de arte do vice-reinado do Peru.

Museu Pedro de Osma em Lima

A catedral de Lima

A Catedral de Lima é o templo religioso mais importante do Peru. Conheça seus tesouros, pinturas, capelas e até mesmo a cripta com os restos mortais de Francisco Pizarro.

A catedral de Lima

Museu de Arte de Lima (MALI)

O MALI é um dos melhores museus de Lima e do Peru. Possui exposições permanentes e temporárias sobre a história da arte do país.

Museu de Arte de Lima (MALI)