7 sítios arqueológicos de Lima

Lima é uma região costeira peruana onde várias culturas pré-hispânicas se estabeleceram há mais de 5.000 anos. Culturas importantes como os Ychma, os Lima, os Wari e, claro, também os Incas se estabeleceram lá. Essas culturas deixaram vestígios arquitetônicos no território de Lima. Os dois mais famosos são definitivamente os santuários de Pachacamac e Caral. Conheça sete sítios arqueológicos localizados na região de Lima.

Garay
Sítio arqueológico de Garay


O Santuário de Pachacamac

Santuario de Pachacamac
Santuário de Pachacamac

O Santuário de Pachacamac foi um santuário de grande importância para os Incas e as culturas que os precederam: os Wari e os Ichma. Destaca-se por construções como o Templo do Sol, o Templo da Lua, o Acllahuasi e muito mais. Com a chegada dos espanhóis em 1533, os tesouros foram roubados e parte de suas estruturas foram destruídas.

Hoje Pachacamac é um dos sítios arqueológicos mais famosos de toda a Lima . Fica no Vale do Lurín, a 38 quilômetros do centro da cidade. O horário de funcionamento é de segunda a sábado das 9 da manhã às 5 da tarde. O passeio inclui uma visita ao museu do local. Você pode adicionar o serviço de guia turístico na porta de entrada.


A huaca Pucllana

Huaca Pucllana
Huaca Pucllana

Huaca Pucllana é famosa por estar localizada no bairro de Miraflores, no coração da cidade de Lima. Também pela beleza de suas praças, escadas, templos e recintos. Foi construído pela cultura Lima, entre 200 e 700 d.C. Mais tarde foi também ocupado por outras culturas como os Wari e os Ichma.

Hoje a huaca Pucllana oferece uma bela infra-estrutura com uma área de restaurante, uma loja de artesanato e até um museu do local onde o trabalho de pesquisa continua. As autoridades peruanas o declararam Patrimônio Cultural da Nação em 2017. Seu horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 9 da manhã às 3:30 da tarde.


Complexo arqueológico de Puruchuco

Puruchuco
Sítio Arqueológico de Puruchuco

No distrito de Ate Vitarte encontra-se este sítio arqueológico de origem inca. Também é chamado de ‘O Palácio’ porque foi a residência do curaca inca desse território. Destaca-se pelo seu bom estado de conservação. Tem recintos, praças, caminhos, muros e muito mais. Seu nome, de origem quíchua, significa ‘Capacete Emplumado’.

Hoje o sítio arqueológico de Puruchuco tem um museu do sítio (o primeiro do gênero em Lima). Devido ao seu bom estado de conservação, existem eventos culturais que incluem espectáculos de luz e som. O horário de funcionamento é de terça a domingo das 9 da manhã às 4 da tarde.


Complexo arqueológico de Mateo Salado

Huaca Mateo Salado
Huaca Mateo Salado

Mateo Salado é uma das maiores e mais importantes huacas da cidade de Lima. É composto por dezessete hectares que ligam os distritos de Breña, Cercado de Lima e Pueblo Libre. É um centro cerimonial construído pela cultura Ychma (no século 11 dC). Destaca-se por suas pirâmides escalonadas.

O nome deste sítio arqueológico homenageia o eremita francês Matheus Salade que habitou estas ruínas no século XVI (por suas crenças religiosas foi condenado à fogueira em 1573). O local fica próximo a outras huacas como Maranga. O horário de funcionamento é quinta, sexta e sábado das 10 da manhã às 3 da tarde.


A huaca Huantille

Huaca Huantille
Huaca Huantille

Huantille é uma importante huaca localizada no distrito de Magdalena del Mar. Foi ocupada pela cultura Ychma (900 dC) e pelos Incas (1.500 dC). Em 2006, as obras de valorização começaram após a ocupação informal por invasores de terras. Ela é a única sobrevivente de um conjunto de cinco huacas.

A huaca Huantille é composta por plataformas sobrepostas em forma piramidal. Já existiram fogões onde foram feitas oferendas de animais como cobaias e camelídeos. Suas paredes foram decoradas com desenhos geométricos em baixo relevo. Possui também escadarias, recintos, pátios e praças. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 8 da manhã às 4 da tarde.


Complexo arqueológico de Garagay

Sitio de Garagay
Sítio arqueológico de Garagay

No bairro de San Martín de Porres, em Lima, este sítio arqueológico é famoso por seus 22 hectares e construções em forma de ‘U’, bem como por seus altos relevos representando o deus onça. Pesquisas indicam que parte de suas construções datam de 3,00 anos atrás. Devido ao seu mau estado de conservação, não são permitidas visitas.

Seu nome deve-se ao fato de estar localizado na antiga fazenda Garagay Alto. Seus relevos policromados pertencem à cultura Chavín (400 aC). Cerâmicas e têxteis com centenas de anos também foram descobertos. Infelizmente parte de suas muralhas foram destruídas ao longo do século XX.


A cidade sagrada de Caral

Ciudad sagrada de Caral
Cidade Sagrada de Caral

Caral é um dos sítios arqueológicos mais visitados da região de Lima. A razão é que é a cidade mais antiga da América. Sua antiguidade remonta ao século 5 aC. Abrange uma enorme área de 626 quilômetros quadrados. Existem pirâmides, praças, estradas, ruas, residências reais, residências menores e muito mais.

Em 2009 Caral foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. As investigações continuam revelando importantes descobertas relacionadas à cultura Caral, que ali viveu há mais de 5.000 anos. O horário de visitação é de segunda a domingo, das 10 da manhã às 5 da tarde.

 

Por Machupicchu Terra – Ultima atualização, janeiro 13, 2022


Mais guias que podem te ajudar

7 esportes incríveis que você pode praticar em Lima

Lima é a capital do Peru. Por ser o único aeroporto internacional, chegam todos os visitantes do país. Alguns passam alguns dias na cidade e depois visitam outras regiões do país. No entanto, a ‘cidade dos reis’ possui várias atividades e locais turísticos a visitar. Existem muitos esportes de aventura que podem ser praticados ali. Eles incluem: parapente, surf, rafting, trekking, ciclismo, quadriciclo e rapel. Saiba onde praticá-los e quanto custa.

7 esportes incríveis que você pode praticar em Lima

Como ir do aeroporto de Lima até Miraflores?

O Aeroporto Internacional Jorge Chávez é o principal ponto de entrada para turistas estrangeiros no Peru. O aeroporto está localizado a cerca de 16 quilômetros de Miraflores. Este distrito oferece a maior oferta de hotéis turísticos, e é por isso que a maioria dos visitantes opta por ficar lá. Descubra como chegar lá, quanto custa e como chegar a outras partes da cidade de Lima.

Como ir do aeroporto de Lima até Miraflores?