As 8 atrações turísticas de maior altitude no Peru

O Peru é um país da América do Sul cujo território é atravessado por uma imensa faixa da Cordilheira dos Andes. Esta geografia espetacular permite visitar importantes atrações turísticas como Machu Picchu, considerada uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. No entanto, o Peru tem muitas atrações turísticas com altas montanhas e até montanhas cobertas de neve. Conheça os atrativos turísticos mais populares e elevados do território peruano.

As 8 maiores atrações turísticas do Peru
As 8 maiores atrações turísticas do Peru


A Montanha das 7 Cores de Cusco (5.200 metros acima do nível do mar)

A Montanha das 7 Cores de Cusco (5.200 metros acima do nível do mar)
A Montanha das 7 Cores de Cusco (5.200 metros acima do nível do mar)

Vinicunca é uma das melhores atrações turísticas de Cusco. Devido às suas encostas montanhosas de cores variadas, é chamada de diversas formas, como: Montanha do Arco-Íris ou Montanha das 7 Cores. Está localizada a aproximadamente 100 quilômetros de Cusco, em uma geografia de alta montanha, a 5.200 metros acima do nível do mar. É uma das paisagens mais fotografadas de Cusco e do Peru.

Vinicunca pode ser visitada com um tour com tudo incluído ou por conta própria. De qualquer forma, deve ser feita uma caminhada desafiadora de 3 quilômetros em média. O percurso é difícil devido à alta geografia andina onde é difícil assimilar o escasso oxigênio. Opcionalmente, os turistas podem alugar um cavalo para este percurso. Depois de Machu Picchu, Vinicunca é o destino turístico mais visitado de Cusco.

  • Localização: 100 quilômetros a sudeste da cidade de Cusco, na província de Canchis, departamento de Cusco.
  • Preço da visita: O passeio de 1 dia à Montanha das 7 Cores custa entre 50 a 100 soles, dependendo da agência de turismo que você escolher.

Lagoa 69 em Áncash (4.600 metros acima do nível do mar)

Lagoa 69 em Áncash (4.600 metros acima do nível do mar)
Lagoa 69 em Áncash (4.600 metros acima do nível do mar)

A Lagoa 69 é um dos destinos turísticos mais famosos do Parque Nacional Huascarán, na região de Áncash. Está localizado a uma altitude de 4.600 metros acima do nível do mar. A lagoa oferece águas de um azul intenso, perfeitas para tirar fotos de belas paisagens. Para chegar lá é necessário fazer uma caminhada de 3 horas por altas montanhas onde se destaca uma flora e fauna local característica.

A lagoa deve seu nome ao grande número de lagoas, geleiras e montanhas da Cordilheira Branca. Lá foram registrados 200 quilômetros de território com um total de 722 geleiras e 400 lagoas. A Lagoa 69 fica sob o morro Chacraraju. Além disso, o local é cercado por montanhas nevadas como Pisco, Huandoy, Chopicalqui e o famoso Huascarán. Estas montanhas cobertas de neve são mais altas, mas não são turísticas. Você só pode chegar lá com expedições profissionais de montanhismo.

  • Localização: No Parque Nacional Huascarán, na região de Áncash (cerca de 92 quilômetros da cidade de Huaraz).
  • Preço da visita: A entrada no Parque Nacional Huascarán custa 30 soles para estrangeiros e 11 soles para peruanos. O passeio de 1 dia custa entre 60 e 90 soles, dependendo da agência de turismo que você escolher.

Lago Titicaca em Puno (3.812 metros acima do nível do mar)

Lago Titicaca em Puno (3.812 metros acima do nível do mar)
Lago Titicaca em Puno (3.812 metros acima do nível do mar)

Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo. Está localizado na região de Puno, no sul do Peru (o lago é compartilhado com a Bolívia). Abrange uma área total de 8.372 quilômetros quadrados onde você pode encontrar ilhas com habitantes quíchuas e aimarás, e até ilhas flutuantes feitas por seus próprios habitantes há centenas de anos. Suas paisagens são uma das mais belas do Peru e uma das que mais atrai turistas.

Embora a vasta extensão da lagoa possa variar, em média ela está localizada a 3.812 metros acima do nível do mar. Seus principais atrativos turísticos são: a ilha flutuante dos Uros, a ilha Taquile, a ilha Amantani e a ilha Suasi. Ali, além disso, existe uma interessante diversidade de flora e fauna. Em 1978, para proteger seus costumes, flora e fauna, foi criada a Reserva Nacional do Titicaca. Existem até hotéis de 5 estrelas nas suas ilhas.

  • Localização: Na região serrana do departamento de Puno, a uma distância de 1.293 quilômetros rodoviários da cidade de Lima (capital do Peru).
  • Preço da visita: Os passeios às principais ilhas do Lago Titicaca custam de 50 a 100 soles, dependendo da agência de turismo que você escolher.

A lagoa Humantay em Cusco (4.200 metros acima do nível do mar)

A lagoa Humantay em Cusco (4.200 metros acima do nível do mar)
A lagoa Humantay em Cusco (4.200 metros acima do nível do mar)

A lagoa Humantay é uma das mais belas paisagens da região de Cusco, no sul do Peru. Humantay deve seu nome à alta montanha coberta de neve que coroa a lagoa. Além disso, a famosa montanha coberta de neve Salkantay está muito próxima. A lagoa é famosa por suas águas azul-turquesa que oferecem belas paisagens. Está localizado a 4.200 metros acima do nível do mar. A visita pode ser feita com tour ou por conta própria.

A lagoa Humantay fica no topo de uma montanha onde só pode ser alcançada através de uma caminhada de 3 quilômetros morro acima (percurso de aproximadamente 2 horas). Acredita-se que a lagoa era considerada sagrada para os Incas. Até cerimônias de adoração às montanhas eram realizadas ali. Hoje é percorrido principalmente por turistas que realizam a caminhada Salkantay de 5 dias até Machu Picchu.

  • Localização: 128 quilômetros por estrada da cidade de Cusco, na província de Anta em Cusco.
  • Preço da visita: A entrada na lagoa Humantay custa 10 soles para estrangeiros e 5 soles para peruanos. O passeio de 1 dia custa entre 50 a 100 soles dependendo da agência de turismo que você contratar.

A floresta de pedras Marcahuasi em Lima (4 mil metros acima do nível do mar)

A floresta de pedras Marcahuasi em Lima (4 mil metros acima do nível do mar)
A floresta de pedras Marcahuasi em Lima (4 mil metros acima do nível do mar)

Lima, além de uma vasta faixa litorânea, possui uma importante cadeia montanhosa com atrativos turísticos de grande altitude. Uma delas é Marcahuasi, um bosque de pedras localizado a quatro mil metros acima do nível do mar. Esta maravilhosa paisagem natural fica a 90 quilômetros da cidade de Lima. É famosa pela sua paisagem montanhosa onde muitos visitantes gostam de acampar sob as estrelas, uma fogueira e o frio intenso.

Em Marcahuasi, como resultado da erosão de milhares de anos, formaram-se rochas com diferentes figuras zoomórficas e humanas. Destacam-se figuras de granito como o Monumento à Humanidade (vários rostos humanos num só). Além disso, destacam-se suas lagoas, flora, vida selvagem e até vestígios de culturas pré-hispânicas. Muitos visitantes gostam de acampar lá durante o feriado de 28 de julho (Dia da Independência do Peru).

  • Localização: No distrito de San Pedro de Casta, província de Huarochirí, departamento de Lima (cerca de 90 quilômetros rodoviários do centro da cidade).
  • Preço da visita: A entrada geral custa 10 soles por pessoa. Há também passeios de 2 dias por 150 soles em média (varia dependendo da agência de turismo que você escolher).

O Canyon Colca em Arequipa (3.800 metros acima do nível do mar)

O Canyon Colca em Arequipa (3.800 metros acima do nível do mar)
O Canyon Colca em Arequipa (3.800 metros acima do nível do mar)

O Cânion do Colca é a segunda atração turística mais visitada do Peru, depois da cidadela inca de Machu Picchu. Além disso, é considerado um dos cânions mais profundos do planeta, com 4.160 metros. Além da sua espetacular geografia, Colca é famosa pelo seu mirante ‘Cruz del Cóndor’. Lá você pode ver todas as manhãs o vôo dos condores andinos, a segunda maior ave voadora do mundo.

O Canyon do Colca está localizado no vale de mesmo nome. Pertence ao distrito de Chivay, na província de Caylloma, região de Arequipa. Abrange diferentes latitudes e paisagens que geram grande biodiversidade andina. Para chegar lá você pode fazer uma interessante rota de caminhada de 2 dias ou mais. Devido ao afluxo do turismo, nas suas localidades (como Chivay e Cabanaconde) existem hotéis e restaurantes de excelente qualidade.

  • Localização: No distrito de Chivay, província de Caylloma e departamento de Arequipa. A viagem desde a cidade de Arequipa é de 166 quilômetros por estrada.
  • Preço da visita: A entrada custa 70 soles para estrangeiros e 40 soles para peruanos. Os passeios de 1 dia custam entre 60 e 120 soles, dependendo da agência de turismo que você escolher.

A fortaleza Kuelap (3 mil metros acima do nível do mar)

A fortaleza Kuelap (3 mil metros acima do nível do mar)
A fortaleza Kuelap (3 mil metros acima do nível do mar)

Kuelap, embora não esteja localizada em altitudes muito elevadas, é uma das melhores atrações turísticas da região amazônica na selva alta do Peru. Kuelap era uma cidadela – refúgio pertencente à cultura Chachapoyas (800 d.C. – 1470 d.C.). Possui construções de pedra em uma geografia difícil, na selva alta da região amazônica. Está a 3 mil metros acima do nível do mar. Para chegar até lá é necessário subir de teleférico por paisagens maravilhosas. Do topo você tem vistas incríveis e edifícios com muita história.

A fortaleza de Kuelap, como o próprio nome indica, possuía altos muros de pedra necessários à proteção em caso de invasões. Além disso, possui praças, recintos, ruas e caminhos. E tudo numa geografia quase inacessível. Hoje Kuelap é uma das melhores atrações turísticas dos Andes orientais do Peru. Para chegar lá é preciso fazer uma caminhada final de 30 minutos em média.

  • Localização: Kuelap belongs to the Tingo district, in the province of Luya, in the department of Amazonas. From the city of Chachapoyas you must travel 67 kilometers (the last section by cable car).
  • Preço da visita: A entrada em Kuelap custa 20 soles. O passeio de 1 dia custa entre 80 e 120 soles, dependendo da agência de turismo que você escolher.

O nevado Pastoruri (5 mil metros acima do nível do mar)

O nevado Pastoruri (5 mil metros acima do nível do mar)
O nevado Pastoruri (5 mil metros acima do nível do mar)

A montanha nevada Pastoruri fica no Parque Nacional Huascarán, uma vasta área repleta de geleiras, lagoas e flora e fauna exuberantes. Nesta zona destaca-se uma imensa montanha coberta de neve, ao pé da qual o visitante pode chegar após uma árdua caminhada. Trata-se de Pastoruri, cujo cume está localizado a 5.240 metros acima do nível do mar. Seu pico nevado é apreciado. Na sua encosta norte existe uma geleira. Tudo isso o torna uma atração turística muito visitada.

A caminhada até o sopé do Pastoruri são 3 quilômetros de subida por caminhos cercados por belas paisagens. Na flora local destaca-se a Raimondi puya, espécie que pode atingir dez metros de altura. Infelizmente, devido às alterações climáticas, a densidade da neve e do glaciar está a perder-se gradualmente. O Pastoruri pode ser visitado sozinho ou em um tour saindo da cidade de Huaraz.

  • Localização: Na Cordilheira Branca (Parque Nacional Huascarán). Pertence ao distrito de Aquia, província de Bolognesi, no departamento de Ancash. Da cidade de Huaraz, aproximadamente 108 quilômetros por estrada e a pé.
  • Preço da visita: A entrada no Parque Nacional Huascarán custa 30 soles para estrangeiros e 11 soles para peruanos. O passeio de 1 dia custa entre 60 e 90 soles, dependendo da agência de turismo que você escolher.

 

Por Machupicchu Terra – Ultima atualização, dezembro 20, 2023


Mais guias que podem te ajudar

As 8 atrações turísticas mais econômicas de Cusco

O Peru é uma das melhores atrações turísticas da América do Sul. O país andino conta com destinos importantes como a cidade de Lima, o Cânion do Colca, as linhas de Nazca, a Amazônia e, principalmente, Machu Picchu. O turista pode fazer a viagem com luxo, com serviços de excelente qualidade, mas também com uma viagem econômica sem gastar mais. Cusco, a capital arqueológica da América e seu destino mais visitado, tem excelentes opções baratas. Saber mais!

As 8 atrações turísticas mais econômicas de Cusco

Os 8 costumes mais estranhos do Peru

O Peru é um país com uma grande história e, claro, costumes e tradições. Estes datam de centenas ou milhares de anos e estão relacionados com o passado do país, como a era colonial, a era Inca, a era pré-Inca e muito mais. Algumas das expressões mais extravagantes são: a dança da tesoura, o Inti Raymi em Cusco, a Yawar Fiesta, as múltiplas procissões religiosas que acontecem em todo o país e muito mais. Conheça os 8 costumes mais estranhos do Peru!

Os 8 costumes mais estranhos do Peru