Arequipa: 4 melhores destinos com banhos termais

Na região de Arequipa você pode encontrar diferentes banhos termais que servem como locais de lazer e cura. A presença vulcânica oferece as principais opções que estão localizadas no Vale do Colca. Haverá um passeio por diferentes províncias fora da “Cidade Branca”. Conheceremos quais são as propriedades curativas que esses lugares naturais possuem e seus benefícios no combate às doenças. Além disso, falaremos sobre a localização, preços e suas paisagens espetaculares e outras atividades que podem ser realizadas.

Termas de Arequipa
Fontes termais de Arequipa


1. Banhos termais de Yura

Banhos termais de Yura
Banhos termais de Yura – Arequipa

Este destino já é tradicional para o povo de Arequipa. No entanto, quem visita estes banhos termais não ficará desapontado. Este local oferece um espaço de lazer bem próximo da cidade.

  • a) Localização
    • A 28 quilômetros da “Cidade Branca” fica o distrito de Yura. Cerca de uma hora de ônibus ou carro.
  • b) Informações
    • A fonte termal dessas águas vem do vulcão Chachani, que lhe confere uma temperatura de 23 a 28 °C.
    • Esses poços possuem propriedades minerais que servem como remédios curativos contra reumatismo, anemia, artrite, doenças de pele, alguns problemas estomacais, distúrbios nervosos e estresse; segundo estudos de Tadeo Haenke e Edmundo Escomel.
    • Tadeo Haenke e Edmundo Escomel nomes que foram atribuídos a dois dos quatro poços que podemos encontrar neste destino, em homenagem à sua pesquisa.
    • Este banho termal pode ser visitado de segunda a domingo das 07:00 às 15:00. O custo aproximado é de 5 soles.
  • c) Outras atividades para fazer perto das Termas de Yura
    • Perto da área você encontra plataformas agrícolas, que ainda estão em operação pelos moradores locais.
    • Visite a igreja de San Andrés, construída em 1746 com arquitetura neocolonial.
    • Mais uma opção é a cachoeira Corontorio, a duas horas de caminhada para os amantes do trekking.

2. Banhos termais de Chacapi

Banhos termais de Chacapi
Banhos termais de Chacapi – Arequipa

Este belo recinto natural é acessível ao público. Oferece vistas espetaculares devido à presença de um rio e pequenas montanhas. Fica a cinco horas de carro da Cidade Branca

  • a) Localização
    • No distrito de Yanque, na província de Caylloma, a cinco horas de Arequipa, estão as termas de Chacapi ou Baños de Yanque.
  • b) Informações
    • Possui duas piscinas com temperatura de 45°C, localizadas ao ar livre, o que proporciona uma vista maravilhosa da natureza rochosa que circunda o local.
    • Os benefícios proporcionados pelos minerais nessas fontes termais ajudam principalmente as pessoas com problemas reumáticos.
    • No entanto, este não é o único lugar a visitar, uma vez que você chega ao distrito de Yanque, uma alternativa é visitar as Termas de Puye
    • Os banhos termais de Puye, tem três piscinas construídas em pedra e de forma oval. As propriedades antiestresse são atribuídas a essas águas porque possuem componentes minerais como sódio, ferro e potássio.
    • Ambas as opções fazem parte do Vale do Colca.
    • Para visitar as termas de Chacapi, o horário é das 06:00 às 18:00. Com um custo aproximado de 15 soles.
    • Para visitar os banhos termais de Puye, o horário de funcionamento recomendado é das 06:00 às 18:00 (não há horários específicos). Com um custo de 3 soles.
  • c) Outras atividades que você pode fazer em Yunque
    • O distrito de Yanque, por outro lado, tem uma ampla exposição de turismo arqueológico, como o complexo Uyo-Uyo ou os terraços de Llactacucho e as pinturas rupestres nas cavernas de Pallaclli.

3. Banhos termais de La Calera

Banhos termais de La Calera
Banhos termais de La Calera – Arequipa

O distrito de Chivay é um excelente lugar para explorar espaços naturais e respirar ar puro. Este lugar tranquilo tem uma vista espetacular. Os banhos termais são apenas uma das muitas coisas que podem ser feitas.

  • a) Localização
    • Está localizado no distrito de Chivay.
    • É um dos banhos termais mais reconhecidos da região de Arequipa.
    • A apenas três quilômetros desse distrito, você pode chegar lá de táxi ou ônibus.
    • É uma boa opção para caminhadas de aproximadamente uma hora.
  • b) Informações
    • Devido à boa recepção que tem há alguns anos, possui um complexo no qual se distribuem cinco piscinas.
    • A fonte termal é produzida graças ao vulcão Cotallumi.
    • Os minerais encontrados nesta água são ferro, zinco e cálcio; Por isso, recomenda-se a visita de pessoas que sofrem de problemas ósseos, musculares, dermatológicos, entre outros.
    • O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 04:00 às 19:00. O custo é de aproximadamente 15 soles.
  • c) Outras atividades que você pode fazer perto de Chivay
    • Os lugares que você também pode desfrutar depois ou antes de ir às fontes termais são muitos.
    • Uma delas é visitar o museu de vestígios arqueológicos que fica no mesmo complexo.
    • Outra opção é visitar o distrito de Chivay. Neste lugar você pode aprender sobre a Dança Wititi, uma das 5 tradições que você só verá em Arequipa. Da mesma forma, aproveite as construções coloniais, desfrute da gastronomia e aprecie o artesanato.
    • Você também pode ver e atravessar a ponte suspensa sobre o rio Colca.
    • Finalmente aproveite o cânion e o vôo dos condores.

4. Banhos termais de Huancarama

Banhos termais de Huancarama
Banhos termais de Huancarama – Arequipa

A província de Castilla é uma província que exporta diferentes recursos naturais. Tem um espaço geográfico muito colorido. Há o Vale dos vulcões, onde se destacam mais de uma dezena de vulcões. Além dos banhos termais, possui sítios arqueológicos como os Petroglifos de Toro Muerto e parques para o usufruto dos visitantes.

  • a) Localização
    • Está localizado no distrito de Orcopampa, na província de Castilla.
    • A aproximadamente 3.911 metros acima do nível do mar, estão localizadas as termas de Huancarama.
    • Este destino é o mais distante da “Cidade Branca”, são 10 horas de ônibus.
  • b) Informações
    • Atualmente possui duas piscinas, uma para adultos e outra para crianças.
    • Também está bem implementado, tem balneários e jacuzzis; e com cinco bangalôs.
    • A fonte termal vem do vulcão Antapuna.
    • A temperatura média dessas águas é de 54,5 °C.
    • Por sua composição como cloretos, sulfatos, carbonatos, entre outros; propriedades são atribuídas para combater doenças respiratórias, doenças musculares, inflamações e reumatismo.
    • O horário de atendimento começa das 6h às 20h, todos os dias da semana.
  • c) Outras atividades que você pode fazer em Orcopampa
    • Embora o local tenha temperaturas muito baixas, elas não impedem as vistas espetaculares de suas paisagens, além disso, essas mesmas temperaturas permitem ver cachoeiras congeladas durante grande parte do ano.
    • Outro lugar bacana que esse bairro tem é a lagoa Orcopampa que parece um centro recreativo.
    • É necessário destacar também que você pode ver o monumento Misahuanca, que é reconhecido como Patrimônio Cultural da Nação.

 

Por Machupicchu Terra – Ultima atualização, agosto 25, 2022


Mais guias que podem te ajudar

O que fazer de graça em Arequipa?

Arequipa é uma das cidades mais turísticas do Peru. O centro histórico da cidade abriga alguns dos pontos turísticos mais visitados. Muitos deles são gratuitos para todo o público. Para conhecê-los, basta caminhar e desfrutar de sua história, arquitetura e paisagens encantadoras. Saiba mais sobre alguns dos destinos gratuitos da ‘cidade branca’, sua localização, história e muito mais.

O que fazer de graça em Arequipa?

Arequipa e a importância da silhar para suas construções

Depois da chegada dos espanhóis e domínio sobre o império Inca, graças ao apoio oportuno do chefe curacas que não hesitaram em unir forças contra o Tawantinsuyo. Era necessária uma nova forma de construção. Consolidando assim uma nova cultura dentro do que seria o território peruano. A principal mudança observada foi a fundação de novas cidades. Dentro deste projeto de novas cidades, surge Arequipa, que construiu sua história sobre a pedra do silhar.

Arequipa e a importância da silhar para suas construções