A catedral de Lima

A Catedral de Lima é a igreja mais importante do Peru porque está localizada no Centro Histórico da cidade, um lugar com muita história. À primeira vista, destaca-se pela bela fachada renascentista que se ilumina à noite graças a um jogo de luzes. No interior existem vários estilos que evoluíram ao longo dos anos. As suas treze capelas, as bancas do coro e a cripta onde se destacam os restos mortais de Francisco Pizarro. Saiba mais sobre a história, preços e dicas para visitar a Catedral de Lima.



A Basílica Catedral de Lima

A Basílica Catedral de Lima é uma construção religiosa localizada no coração da cidade de Lima. Francisco Pizarro lançou a primeira pedra, após a fundação da cidade em 1535.

O edifício tem um total de cinco naves: três principais e duas adicionais construídas posteriormente. É que ao longo de sua história houve construções que mesclaram diferentes estilos, do barroco, renascentista, gótico ao plateresco e neoclássico.

A Catedral tem uma bela fachada que combina os estilos renascentista e neoclássico. É adjacente a dois edifícios construídos na época colonial: o Palácio do Arcebispo e a Parroquia del Sagrario.

O interior da Sé Catedral apresenta uma planta rectangular semelhante à Sé Catedral de Sevilha. Os altares barrocos foram substituídos por outros de estilo neoclássico. Destacam-se suas capelas, seu belo altar decorado com peças folheadas a ouro, seus espetaculares corais, sua sacristia e belas telas.

A Sé Catedral possui um museu onde estão expostas peças de grande valor histórico como pinturas da família Bassano, a antiga sacristia principal, a Casa do Capítulo (local de reuniões de grande importância) e também obras de arte doadas por colecionadores particulares.

Localização

A Catedral está localizada bem em frente à a praça principal de Lima, uma das maiores e mais belas do Peru.

O endereço dele é Jiron Carabaya (atual Jiron Augusto Wiese) s/n.

Mapa

História da Catedral

Como era costume dos conquistadores espanhóis, a Catedral foi construída em um local religioso inca, o templo de 'Puma Inti', adjacente ao palácio do príncipe inca 'Sinchi Puma'.

Em 18 de janeiro de 1535, durante a fundação da cidade de Lima, Francisco Pizarro cedeu o espaço para a construção da Catedral. As obras deste primeiro templo, dedicado a Nossa Senhora da Assunção, culminaram em 1538.

Mais tarde, à medida que a cidade se tornou mais importante, a igreja cresceu. As modificações foram feitas em 1552, 1604, 1625,1758, 1778 e 1797. Neste último ano a construção adquiriu uma forma muito semelhante à atual.

Ao longo de sua história, a Catedral foi forçada a reconstruir como resultado de diversos terremotos, os mais fortes em 1609, 1687, 1746, 1940, 1966, 1970, 1974 e 2007. A cidade de Lima tem uma geografia sujeita a terremotos, então esses eventos continuarão no futuro.

Por pertencer ao Centro Histórico de Lima, desde 1991 a Catedral é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Em 1977 foram descobertos os restos mortais do conquistador Francisco Pizarro. Em 2004 realizaram-se trabalhos de iluminação nocturna no exterior da igreja (para o denominado 'Circuito Turístico La Luz'). Os trabalhos de restauração e manutenção não param até hoje. Por isso, a Catedral de Lima é considerada um dos pontos turísticos mais importantes da cidade.

A fachada

Destaca-se a sua bela fachada com duas torres altas com torres sineiras. Existem três portas de entrada na fachada principal. Existem também dois lados e dois outros na parte de trás da estrutura. No topo da fachada você pode ver as esculturas dos doze apóstolos e, no centro, o Sagrado Coração de Jesus.

À noite, a fachada da Catedral de Lima mostra um jogo de luz muito impressionante. Eles também têm esse show de luzes: o Palácio Municipal de Lima e o Palácio do Governo do Peru, ambos localizados ao redor da praça principal.

O interior da Catedral

Ao entrar na Sé Catedral, a primeira coisa que se destaca é o seu salão principal retangular. No topo há um teto com abóbadas góticas nervuradas como um céu estrelado. Seus altares são de estilo neoclássico.

No interior existe também um magnífico coro com figuras esculpidas de representantes históricos da Igreja Católica e outros detalhes. A obra é do artista Pedro de Noguera no século XVII.

O púlpito principal é de estilo neoclássico. Destacam-se a imagem de São João Evangelista e um crucifixo do Cordeiro Pascal. Foi criado pelo artista Matías Maestro.

Destacam-se também suas treze capelas com esculturas de diferentes personalidades da igreja, incluindo personalidades religiosas vitais na história do Peru.

As capelas

Nas laterais da nave principal da Sé Catedral encontram-se até treze capelas com sacristias onde se encontram esculturas de notável qualidade, que são:

Capela de Nossa Senhora da Esperança - O primeiro corredor esquerdo mostra a bela imagem da chamada 'Virgen Dolorosa'. Esta imagem é venerada pelo grupo 'Mariano' durante a Semana Santa.

Capela da Sagrada Família - A nave seguinte mostra entalhes em madeira alusivos a Jesus, Maria e José. Na parte superior, há telas com imagens dos apóstolos São Pedro e São Paulo. A capela fazia parte do Lima Carpenters Guild.

Capela da Antígua (os reis) - Esta capela estava sob o patrocínio da Universidad Nacional Mayor de San Marcos, fundada em 1551. A imagem principal é um dedicação à Virgen de la Antigua. Existem duas estátuas de madeira pertencentes a San Marcos e Santo Tomás de Aquino. Os alunos de San Marcos costumavam receber seus diplomas lá.

Capela dos Santos do Peru - Esta capela mostra imagens dos principais santos e virgens da história do Peru. Destacam-se Santa Rosa de Lima (primeira santa da América beatificada em 1668), San Martín de Porres, San Juan Macías e San Francisco Solano. Neste espaço está o túmulo de Emilio Lissón, arcebispo de Lima que está em processo de beatificação.

Capela da Imaculada Conceição - Esta capela preserva o seu altar barroco original do século XVI. Mostra a imagem de Nossa Senhora da Evangelização, padroeira da Arquidiocese de Lima. Nas suas paredes encontram-se belas pinturas como a de São Josemaría Escrivá de Balaguer (fundador do Opus Dei) e a Adoração dos Pastores, realizada no século XVI (uma das obras mais antigas da Sé Catedral).

Capela da Virgem da Paz - Neste espaço está preservado o 'Santíssimo Sacramento'. Suas paredes mostram telas de 'San Juan Evangelista' (padroeiro do Catedral), bem como o túmulo de Sirve de Dios Fray Francisco Camacho.

Capela de San Juan Bautista - Nesta capela estão expostas pinturas alusivas à vida de San Juan Bautista. Destaca-se um retábulo com relevos do artista sevilhano Juan Martínez Montañés. Esta obra, uma das mais marcantes da Catedral, foi transferida da igreja da Limpia Concepción, localizada na cidade de Lima.

Capela da Virgen de la Candelaria - Nesta capela está um retábulo em homenagem à Virgen de la Candelaria, uma vocação mariana muito venerada nos Andes peruanos. O trabalho das asas pertence ao presbítero Maestro e mostra a mistura dos estilos barroco e neoclássico.

Capela de Santo Toribio de Mogrovejo - Esta capela presta homenagem a Santo Toribio de Mogrovejo, segundo arcebispo de Lima. Destaca-se o altar da santa, decorado com um relicário. Lá também está o túmulo de Juan Landázuri Ricketts, arcebispo de Lima e cardeal.

Capela de San Juan Evangelista - Antigamente esta capela se chamava Santa Ana. Destaca-se por seu belo retábulo em homenagem a San Juan Evangelista, um claro exemplo do transição dos estilos barroco e neoclássico. Em uma das paredes está o túmulo com os restos mortais de Nicolás de Ribera o Velho, parte dos conquistadores dos reinos de Nueva Castilla.

Capela da Visitação - Também chamada de 'Capela das Almas'. Destaca-se a tela de um 'Cristo da Ressurreição' erguido sobre uma maca no Domingo da Ressurreição.

Capela das Almas - Seu nome se deve ao fato de ser dedicada às almas do purgatório. Destaca-se um retábulo-sepulcro em homenagem a Frei Diego Morcillo Rubio de Auñón, que foi vice-rei do Peru (também foi arcebispo de La Plata e Lima).

Capela de São José - Esta capela se destaca pelo retábulo que retrata a vida de São José. Existem também esculturas representando a Sagrada Família (Jesus, Maria e José). A obra é do artista Pedro Muñoz de Alvarado.

Seus tesouros

O Museu da Sé de Lima, também denominado 'Museu de Arte Sacra da Sé de Lima, exibe alguns objetos de grande valor, não só econômico, mas também histórico. Algumas obras pertencem à própria igreja, enquanto outras foram doadas por colecionadores particulares. Destaca-se a pré-igreja (coleção de 12 pinturas doadas pela família Bassano). Também a antiga sacristia principal, a casa do capítulo (que mostra a galeria de telas com os arcebispos).

Entrada para a Catedral

O ingresso tem um custo de 10 soles peruanos para adultos e 2 soles peruanos para crianças. O serviço de guia turístico é opcional (por um custo extra) e pode ser obtido na porta de entrada.

A visita à Catedral de Lima durante o horário das missas é gratuita.

Horário de visita

A visita com bilhete de entrada é de segunda a sexta-feira, das 9 da manhã às 5 da tarde. Sábados, das 10 da manhã à 1 da tarde.

O horário da missa é aos domingos às 11h.

Fotos da Catedral de Lima

La Catedral de Lima
La Catedral de Lima
La Catedral de Lima
Veja mais fotos de viajantes

Mais informação

A Catedral de Lima é um dos templos religiosos mais imponentes do Peru. Outros dos mais visitados são a Catedral de Cusco e a bela Catedral de Arequipa.

A maioria dos City Tours Lima incluem uma visita à Catedral. Estes serviços podem ser contratados com qualquer agência de turismo da cidade (a maioria localizada no distrito de Miraflores). Os serviços também incluem um passeio pela praça principal, Huaca Pucllana e muito mais.

Aproveite a sua visita à Catedral de Lima para visitar a praça principal localizada em frente. Você também pode visitar o Palácio do Governo do Peru ou o Palácio do Município de Lima. Outra opção é simplesmente caminhar ou 'jironear' pelas ruas históricas da 'Cidade dos Reis'.

Atracções turísticas perto de A catedral de Lima

Museu de Arte de Lima (MALI)

O MALI é um dos melhores museus de Lima e do Peru. Possui exposições permanentes e temporárias sobre a história da arte do país.

Museu de Arte de Lima (MALI)

Museu Nacional de Arqueologia, Antropologia e História

Este museu é um dos mais importantes e mais antigos do Peru. Foi fundada em 1822 por José de San Martín. Possui 30 salas de exposição.

Museu Nacional de Arqueologia, Antropologia e História

Museu Pedro de Osma em Lima

O museu fica em Barranco, Lima. Possui 12 salas de arte colonial e moderna. É considerada a maior coleção de arte do vice-reinado do Peru.

Museu Pedro de Osma em Lima