As 10 paisagens mais bonitas de Cusco

Cusco é a região mais turística do Peru. Lá, os incas decidiram localizar a capital de seu grande império (o Tahuantinsuyo). Em suas altas montanhas, eles construíram formidáveis ​​cidadelas de pedra. Nesta região mágica, a natureza decidiu dar forma a paisagens inusitadas. Hoje, a mão do homem e os caprichos da natureza formaram em Cusco algumas das mais belas paisagens da Cordilheira dos Andes. Descubra o que são, como chegar e quando é a melhor hora para ir.

As minas de sal de Maras

As minas de sal de Maras


Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu – Cusco

Machu Picchu é o primeiro destino turístico do Peru. É considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Ele está localizado a aproximadamente 100 quilômetros da cidade de Cusco. Foi construído pelo imperador Pachacutec em aproximadamente 1450. Era uma cidadela onde os deuses incas também eram adorados.

Machu Picchu oferece uma das paisagens mais fotografadas do planeta. Do recinto da ‘Casa do guardião’ as famosas fotografias clássicas da ‘Cidade Inca’ são obtidas. Também são famosas as fotografias dos picos de Huayna Picchu e da montanha de Machupicchu. A visita pode ser feita durante todo o ano.

  • Como chegar? – De trem saindo de Ollantaytambo, de ônibus da Hidroeléctrica ou pela famosa Trilha Inca 4 dias.
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

A Montanha das 7 Cores

Montaña 7 Colores

Montaña 7 Colores – Cusco

Esta montanha também é conhecida como Vinicunca, a montanha do arco-íris ou simplesmente a montanha de 7 cores. Como o próprio nome sugere, é um cume com sedimentos minerais que lhe conferem sete cores: rosa, esbranquiçado, roxo, vermelho, verde e marrom. Ele está localizado a cerca de 100 quilômetros ao sul da cidade de Cusco.

Desde a sua descoberta no início do século 21, esta bela paisagem é considerada uma das mais belas do Peru e do mundo. Para apreciá-lo, é necessário viajar de carro e fazer uma caminhada final de quase 2 horas por uma geografia que ultrapassa os 5.000 metros de altitude. É também uma das atrações turísticas mais visitadas de Cusco.

  • Como chegar? – De ônibus saindo de Cusco passando pela cidade de Cusipata (mais de 3 horas de viagem).
  • Quando ir? – Fica aberto o ano todo, mas é recomendável ir na estação seca (de abril a novembro).

O mirante Tres Cruces de Oro de Paucartambo

Tres Cruces de Oro

Tres Cruces de Oro – Cusco

Este mirante oferece um dos mais belos amanheceres do planeta. É que ali, a cada solstício de inverno (20, 21 ou 22 de junho), ocorre um dos fenômenos mais raros: o chamado ‘raio branco’. Este fenômeno ocorre ao nascer do sol, que é refletido como ‘três cruzes douradas’. Naquele dia, centenas de visitantes vêm ao local.

O nascer do sol que pode ser visto deste mirante é uma das mais belas paisagens de Cusco. O local está localizado a 3.700 metros acima do nível do mar. É conhecida como a ‘Varanda Leste’ porque a seus pés fica o famoso Parque Nacional Manu. As vistas montanhosas e a planície da selva são algo inigualável.

  • Como chegar? – De ônibus de Cusco à cidade de Paucartambo. De lá, de táxi até o mirante Tres Cruces de Oro (aproximadamente 5 horas).
  • Quando ir? – O dia do solstício de inverno (20, 21 ou 22 de junho).

A Lagoa Humantay

Lagoa Humantay

Lagoa Humantay – Cusco

A lagoa Humantay, devido às suas águas azul-turquesa e às altas montanhas cobertas de neve que a protegem, oferece uma das melhores paisagens de Cusco. Encontra-se ao pé da imensa montanha nevada Salkantay, uma das mais importantes da cosmovisão andina. A lagoa está a 4.200 metros acima do nível do mar, a cerca de 127 quilômetros da cidade de Cusco.

A lagoa tem uma beleza especial que a distingue de muitas outras lagoas de Cusco. Suas águas são turquesa, como um reflexo do céu. É um lugar cercado por montanhas e montanhas cobertas de neve. Embora não haja evidências arqueológicas, presume-se que os incas deixaram ofertas religiosas lá. Hoje é um dos destinos mais visitados de Cusco. Para chegar lá, após a viagem de carro, é preciso fazer uma caminhada árdua de aproximadamente 1 hora.

  • Como chegar? – De ônibus saindo de Cusco passando pela cidade de Mollepata até o acampamento Soraypampa (quase 4 horas de viagem).
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

O mirante de Taray

Mirador de Taray

O mirante de Taray – Cusco

Este mirante é um dos melhores pontos de onde se tem uma vista panorâmica do Vale Sagrado dos Incas. A vista inclui o rio Vilcanota, fazendas, bem como a cidade e o sítio arqueológico de Pisac. O mirante fica a 35 quilômetros da cidade de Cusco.

A maioria dos turistas conhece o mirante do Taray durante o passeio de 1 dia no Vale Sagrado dos Incas. O miradouro é visitado durante a primeira viagem à localidade e sítio arqueológico de Pisac. O passeio também oferece uma visita às cidades e sítios arqueológicos de Chinchero e Ollantaytambo.

  • Como chegar? – De ônibus de Cusco passando por Sacsayhuaman e Corao (os ônibus são pegos na rua Puputi). A viagem dura quase 1 hora.
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

As minas de sal de Maras

Salineras Maras

As minas de sal de Maras – Cusco

As salinas de Maras são um conjunto de salinas naturais formadas há milhares de anos por capricho da natureza. Foi usado pelos Incas e por várias culturas do antigo Peru. Hoje é trabalhado e comercializado pelos habitantes de Maras. De seus mirantes, há incríveis vistas panorâmicas do conjunto de piscinas de sal.

As minas de sal de Maras estão localizadas a 50 quilômetros da cidade de Cusco (e a 7 quilômetros da cidade de Maras). As paisagens podem ser alcançadas a partir de qualquer um de seus pontos de vista. Também de fora. A maioria dos turistas visita esta atração por meio do tour ‘Maras – Moray’ de meio dia. O serviço também inclui as plataformas circulares de Moray.

  • Como chegar? – De ônibus de Cusco ao ‘Desvío de Maras’. De lá para a cidade de Maras. Finalmente, de táxi até as Salineras.
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

O vale vermelho de Pitumarca

Valle rojo

Vale vermelho – Cusco

O vale vermelho de Pitumarca oferece uma paisagem montanhosa com tonalidade vermelha (como se fosse o planeta Marte) devido à proliferação de argila na Terra. Ele está localizado na mesma cadeia de montanhas que compõem a montanha 7 cores. Chegar lá é um grande desafio, pois está localizado a mais de 5.000 metros acima do nível do mar.

Durante a estação chuvosa (especialmente em janeiro, fevereiro e março), a tonalidade vermelha permeia os riachos próximos. É assim que o ‘rio vermelho’ é formado, outro espetáculo para ser visto. Para chegar lá é preciso fazer uma caminhada final de quase 2 horas. Alguns passeios para a montanha 7 cores incluem uma visita ao vale vermelho de Pitumarca.

  • Como chegar? – De ônibus de Cusco até a cidade de Pitumarca. De lá, pegue um táxi até a cidade de K’ayrawiri. Finalmente a pé até o vale vermelho. Quatro horas de viagem no total.
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

O Abra Málaga

Abra Málaga

Abra Málaga – Cusco

O Abra Málaga é uma área elevada entre montanhas da qual existem duas vistas espetaculares: de um lado, o Vale Sagrado dos Incas e sua extensa rede de montanhas. Do outro, a planície de selva alta de Cusco. A passagem está localizada a 103 quilômetros da cidade de Cusco. De lá, você também tem uma vista espetacular a montanha nevada Verónica.

A beleza cênica do lugar rendeu-lhe o cenário para as filmagens do filme Transformers em 2021. A maioria dos turistas conhece este lugar através de um passeio de bicicleta de 1 dia. Também com o passeio de aventura de 4 dias para Machu Picchu chamado ‘Selva Inca’.

  • Como chegar? – De ônibus saindo de Cusco, passando pela cidade de Ollantaytambo (aproximadamente 2 horas e 30 minutos).
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

O mirante de Chonta

Mirante de Chonta

Mirante de Chonta – Cusco

O mirante de Chonta é uma das atrações turísticas menos conhecidas dos visitantes de Cusco. Porém, o local oferece uma paisagem única com a peculiaridade de poder avistar o vôo dos condores andinos. O mirante está localizado na comunidade de Chonta, no distrito de Limatambo, a cerca de 98 quilômetros da cidade de Cusco.

No local existem até três mirantes localizados a diferentes distâncias. O mirante mais alto, após 3 quilômetros de caminhada, é o que oferece as melhores vistas dos condores andinos. Este site pode ser visitado em tour ou por conta própria. A entrada tem um custo de 10 soles peruanos.

  • Como chegar? – De ônibus de Cusco passando por Limatambo até a comunidade de Chonta. Finalmente uma curta caminhada. Aproximadamente quatro horas de percurso.
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano, principalmente na estação seca (de abril a novembro).

O Cristo Blanco

Cristo Blanco

Cristo Blanco – Cusco

O Cristo Blanco é uma estátua de 8 metros de altura que guarda Cusco sob a figura de um Jesus Cristo blanco com os dois braços abertos. De lá você tem uma vista panorâmica da cidade de Cusco. A visita a este site é gratuita. Você só precisa chegar a pé, de táxi ou de transporte público. Fica a apenas 1,5 km a pé do centro da cidade.

A estátua foi construída em 1944 (doação da colônia árabe palestina de Cusco). Possui iluminação noturna. Pode ser visitado a qualquer hora: desde as primeiras horas do dia ou à noite. A poucos passos de distância fica o famoso sítio arqueológico de Sacsayhuaman. A maioria dos turistas visita o Cristo Blanco através do tour ‘Mirabus’ pelas principais ruas da cidade.

  • Como chegar? – A pé por 40 minutos da cidade de Cusco ou de ônibus de Rosaspata (10 minutos de viagem).
  • Quando ir? – Recomendado ao longo do ano.

 

Por Machupicchu Terra – Ultima atualização, novembro 20, 2021


Mais guias que podem te ajudar

As 8 cachoeiras mais bonitas do Peru

O Peru é um país com grande diversidade geográfica que oferece paisagens costeiras desérticas, altas montanhas atravessadas pela Cordilheira dos Andes, além de imensas florestas amazônicas. Entre as altas montanhas e a selva peruana existe uma região de alta selva onde existem belas e altas cachoeiras. Estes são muito fotografados e visitados por turistas peruanos e de todo o mundo. Quais são as mais bonitas do país? Conhecê-los!

As 8 cachoeiras mais bonitas do Peru

8 construções mais famosas de Machu Picchu

Machu Picchu é uma cidadela Inca construída por ordem do Imperador Pachacutec em 1450 DC. aproximadamente. O objetivo de sua construção em um ambiente tão impressionante era servir como centro administrativo vital para os domínios do império com os antisuyo ou regiões da selva amazônica. Além disso, funcionou como centro religioso onde foram construídos templos e edifícios de pedra que hoje são famosos entre os visitantes. As construções mais importantes são: o Templo do Sol, o Intihuatana, o Templo do Condor, o Templo Principal e muito mais. Saiba a importância de cada um desses recintos!

8 construções mais famosas de Machu Picchu