Montanha Machu Picchu

A montanha Machu Picchu é o pico mais alto da cidade inca. Foi essa montanha que foi inicialmente chamada de 'Machupicchu' (montanha velha). Posteriormente, a cidade inca e o sítio arqueológico receberam esse nome, com o qual é hoje conhecido. Os incas construíram centenas de degraus de pedra até o topo, onde adoravam seus deuses: o sol, a lua, as estrelas. Atualmente a escalada por essas estradas é considerada uma rota de caminhada dentro das maravilhas do mundo. A outra é a montanha Huayna Picchu. Para visitá-los, é necessário adquirir um tour ou comprar diretamente o ingresso de entrada nesses locais.



O que é a montanha Machu Picchu?

A montanha de Machupicchu é o nome pelo qual é conhecido o pico mais alto guardado pela cidade inca, o famoso sítio arqueológico visitado por milhares de turistas. Nesse cume, os incas construíram centenas de degraus de pedra até o topo, onde adoravam seus deuses, como o sol, a lua e as estrelas. Hoje, subir essas escadas é uma das aventuras oferecidas ao visitar a maravilha do mundo. Todos os dias, no máximo 800 turistas entram e percorrem suas estradas. Junto com a montanha Huayna Picchu estão as duas rotas de caminhada e aventura mais famosas de Machu Picchu.

Onde está?

A montanha Machu Picchu fica ao norte e no topo da cidade inca. O portão de entrada fica dentro da cidade Inca. Para chegar lá, é preciso caminhar cerca de 2 quilômetros morro acima. Esta montanha é um sopé andino do maciço Salkantay, na Cordilheira dos Andes de Cusco - Peru.

O que seu nome significa?

A palavra 'Machu Picchu' vem de uma palavra quíchua que significa 'Montanha Velha'. Este nome foi levado pela cidade Inca, que, no entanto, acredita-se ser chamada de 'Patallacta'.

Altura

O topo da montanha Machu Picchu está 3.082 metros acima do nível do mar (10.111 pés).

Mapa da caminhada para a montanha Machu Picchu

História

A história da montanha Machu Picchu está intimamente ligada à história da cidade inca de Machu Picchu. Acredita-se que este cume foi venerado pelas famílias que habitavam aqueles territórios antes da chegada dos Incas e da posterior construção da cidade Inca em 1450 DC. Foi o Inca Pachacutec quem ordenou a construção dos templos, escadas, plataformas e recintos da cidade Inca para ser sua residência pessoal, posto de controle e local religioso. Acredita-se que o trabalho foi continuado por seu filho e sucessor Túpac Yupanqui. Na montanha Machu Picchu, há evidências de cercas e plataformas que ficaram inacabadas.

A montanha de Machupicchu também serviu de posto de vigia contra a ameaça de invasão. Devido à sua altitude, teria havido cerimônias religiosas para os deuses, como o sol, a lua, as estrelas. Eles também tiveram que realizar cerimônias de pagamento à terra 'la Pachamama'. Com a chegada dos espanhóis a Cusco em 1535, a montanha e a cidade inca foram gradualmente abandonadas. A maioria de seus edifícios estava coberta por uma densa vegetação.

Em 1911, com a chegada do explorador norte-americano Hiram Bingham, Machu Picchu e a montanha foram dados a conhecer ao mundo. Desde então, o processo de escavação começou. Como os colonos vizinhos conheciam a montanha como 'Machupicchu', a antiga cidade inca e o sítio arqueológico foram nomeados dessa forma. Hoje, os dois sites são chamados da mesma maneira. Para visitá-los, é necessário adquirir o ingresso 'Machu Picchu com Montanha', que inclui os dois locais. É uma das aventuras preferidas dos visitantes junto com Huayna Picchu.

O que fazer?

Rota de caminhada – A rota de caminhada até o topo da montanha Machu Picchu é uma subida de aproximadamente dois mil degraus. O percurso começa no portão de entrada da cidade inca de onde você deve caminhar 15 minutos morro acima até chegar ao portão de entrada da montanha. Todos os turistas devem se registrar na cabine de controle e iniciar a caminhada de aproximadamente 2 quilômetros. Esta seção é difícil, pois é sempre difícil. Pode demorar entre 1 a 2 horas, dependendo da condição física do visitante. No topo você tem a vista mais alta da cidade inca, com suas montanhas, plataformas e rios. O caminho de retorno segue o mesmo caminho da seção externa, apenas descendo. É menos exigente. No portão, os turistas devem verificar novamente.

Flora e fauna – A montanha de Machupicchu possui muitas espécies de flores. A mais representativa é, sem dúvida, a orquídea (orquídea). Estima-se que a maravilha do mundo abrigue mais de 400 espécies desta flor. Também é comum ver o lagarto andino, as vizcachas, o beija-flor de bico de espada, a centopéia e até o famoso urso de óculos. Se você tiver a sorte de ver um, é recomendado apenas tirar fotos de uma distância segura. Esses animais são inofensivos se não forem perturbados.

Paisagens bonitas – O topo da montanha de Machupicchu oferece algumas das mais belas paisagens que podem ser vistas na cidade inca. Do alto você pode ver todo o sítio arqueológico, o rio Vilcanota, a cidade de Aguas Calientes, a montanha Putucusi, o Huayna Picchu, as montanhas e muito mais. Para apreciar estas paisagens não é necessário chegar ao topo, pois existem miradouros ao longo da montanha de onde já se avistam essas paisagens.

Qual é a melhor hora para ir?

Segundo os viajantes que já visitaram a montanha de Machu Picchu, a melhor época do ano para ir é durante os meses de maio, junho, julho, agosto e setembro. Nesses dias, a possibilidade de chuva é mínima, por isso é fácil fazer a caminhada sem o perigo de escorregar ou tropeçar. Mas, acima de tudo, é recomendado porque nesses dias não há neblinas que impeçam de ver as belas paisagens de Machu Picchu uma vez no topo da montanha. Janeiro, fevereiro e março são os meses mais chuvosos. No entanto, durante esses dias, menos visitantes chegam à montanha. Assim, pode-se desfrutar de tudo com menos multidão ao redor.


É seguro?

As estradas da montanha Machupicchu são largas e seguras. Existem poucas seções perto de penhascos. E nesses casos, sempre há espaço para andar sem problemas. É por isso que a entrada na montanha é permitida a pessoas de todas as idades. Obviamente, se você estiver viajando com adultos mais velhos, é melhor monitorá-los de perto. Os adultos mais velhos devem consultar seu médico, pois caminhar requer um esforço físico considerável. Mesmo assim, são muitos os idosos que se atrevem a empreender esta aventura. Não é necessário chegar ao topo para apreciar as belas paisagens.

Quanto custa um passeio?

A montanha de Machu Picchu é um destino que pode ser feito com um passeio. Porém, não é possível fazer um passeio de apenas 1 dia uma vez que os horários de entrada na montanha não o permitem. Para este destino você precisa de um pacote turístico de no mínimo 2 dias. O preço do serviço de 2 dias pode custar 400 dólares americanos e inclui: transporte completo (ônibus e trem), entrada em 'Machu Picchu com Montanha', serviço de guia turístico, alimentação e hospedagem na cidade de Aguas Calientes.

Quanto custa o ingresso?

Turistas que desejam visitar a montanha Machu Picchu sem um passeio, ou seja, por conta própria; Eles devem comprar seu ingresso de entrada 'Machu Picchu com Montanha'. Este ingresso permite que você entre nas duas atrações turísticas: Machu Picchu e a Montanha. Os ingressos podem ser adquiridos no site oficial do Ministério da Cultura do Peru (www.machupicchu.gob.pe). Também numa agência de turismo, que inclui uma comissão de serviços.

Estrangeiro
Preço
Nacional (Peru, Colômbia, Bolívia, Equador)
Preço
Adulto200 S/Adulto112 S/
Estudante118 S/Estudante80 S/
Criança (8 a 17 anos)118 S/Criança (8 a 17 anos)80 S/

Horários

Ao comprar sua passagem 'Machu Picchu com Montanha' você deve escolher um destes 3 horários que dividem os 800 turistas que podem entrar na montanha a cada dia:

Eu preciso de um guia turístico?

O serviço de guia turístico é opcional na montanha Machu Picchu. Se o turista quiser adquirir, pode reservá-lo online através de uma agência de turismo ou na entrada da montanha. Os serviços são necessariamente privados, ou seja, apenas para o turista e seu grupo de amigos ou familiares. Lembre-se que o passeio pelo sítio arqueológico de Machu Picchu deve ser feito com um guia turístico.

Algumas regras

Mais informações que você deve saber

A montanha Machu Picchu está localizada a uma altura de 600 metros mais alta que a cidade Inca. Também é cerca de 300 metros mais alto que Huayna Picchu. É o ponto mais alto que qualquer turista pode alcançar ao visitar a maravilha do mundo.

Ao contrário de Huayna Picchu, na montanha Machu Picchu não há trechos assustadores para se ver devido à sua proximidade com precipícios. No entanto, a montanha não tem templos e recintos incas. O 'Huayna' possui este tipo de edifícios, como o famoso Templo do Sol ou Grande Caverna.

O ingresso de entrada 'Machu Picchu com Montanha' deve ser adquirido com uma antecipação estimada de 2 a 3 semanas. A disponibilidade é de 800 ingressos por dia. Recomenda-se comprá-los online para garantir um espaço.

Fotos da montanha Machu Picchu

Vista de Machu Picchu desde la Montaña Huayna Picchu
Montaña Machu Picchu
Montaña Machu Picchu
Veja mais fotos de viajantes

Imágenes de la Montaña Machu Picchu

Dicas

Durante a sua visita à montanha, leve consigo uma mochila que não seja muito grande ou larga que permita transportar apenas o essencial para o passeio: poncho em caso de chuva, lanche, água reidratante, fruta, chapéu, protector solar, máquina fotográfica, documentos e tudo o que você achar adequado. Assim, você terá as mãos livres para caminhar.

Como a montanha fica no topo de Machu Picchu, é normal que alguns turistas sintam os sintomas do mal-estar da altitude (cansaço, náusea, dor de cabeça). Geralmente desaparecem à medida que o corpo se adapta à nova geografia montanhosa (1 ou 2 dias após a chegada a Cusco). Para reduzir os sintomas, beba muita água, evite alimentos gordurosos e evite bebidas alcoólicas. Durante a caminhada, vá devagar, sem se esforçar muito.

Atracções turísticas perto de Montanha Machu Picchu

Intipunku

O Intipunku (Porta do Sol em quechua) foi a antiga via de acesso a Machu Picchu dos incas. Hoje é uma curta caminhada. Leva 1 ou 2 horas para chegar.

Intipunku

Huayna Picchu

A montanha Huayna Picchu é a melhor aventura em Machu Picchu. Oferece uma incrível caminhada, belas paisagens, a grande caverna, bem como flora e fauna.

Huayna Picchu

Trilha Inca

A trilha Inca é uma rota de 4 dias e 3 noites para Machu Picchu. Percorra parte dos qhapac ñan (rede vial inca) até o Intipunku (Porta Do Sol).

Trilha Inca