Huayna Picchu

A montanha Huayna Picchu é aquela montanha que se destaca na clássica foto de cartão postal de Machu Picchu. É muito frequentada por turistas, principalmente por quem gosta de aventura, pois chegar ao topo é uma experiência desafiadora. Esta rota de subida de 2 quilômetros através de centenas de degraus de pedra leva aproximadamente 2 horas. Do alto você pode ver uma bela paisagem da cidade Inca. A compra do ingresso para este encontro deve ser feita online com 3 ou 4 meses de antecedência. Inclui uma visita ao sítio arqueológico de Machu Picchu.



O que é Huayna Picchu?

Huayna Picchu é o nome pelo qual se conhece o enorme cume que se ergue bem no meio da cidade inca de Machu Picchu. É muito popular entre os turistas, pois oferece uma rota de caminhada até o topo por meio de degraus de pedra antigos construídos pelos Incas há centenas de anos. Nessa montanha, os incas também construíram plataformas, recintos menores e até templos onde adoravam seus deuses celestiais: o sol, a lua, as estrelas. Hoje é uma das trilhas para caminhadas curtas mais famosas de Cusco, no Peru.

O que significa Huayna Picchu?? Quão alto é?

Huayna Picchu vem de uma palavra quíchua (a língua dos incas) que significa 'Montanha Jovem'. Isso se deve ao contraste do nome de Machu Picchu, que significa 'Montanha Velha'. Seu cume atinge 2.667 metros acima do nível do mar (8.750 pés). Ou seja, cerca de 300 metros mais alto que a cidade inca de Machupicchu.

Mapa da caminhada para Huayna Picchu

História da montanha Huayna Picchu

A história da montanha Huayna Picchu está intimamente ligada à de Machu Picchu. Ambos os locais foram habitados por poucos grupos humanos até serem conquistados pelos Incas que, sob o comando do imperador Pachacutec, eles edificaram Machu Picchu aproximadamente em 1450 depois de Cristo. A obra de elaboração das escadas de pedra no topo do 'Huayna Picchu', teria demorado um pouco mais devido ao difícil território acidentado em que se encontrava.

Durante a época inca, Huayna Picchu teria servido como guarda e posto de controle da cidadela. Além disso, cerimônias religiosas foram realizadas lá. Isso é demonstrado por alguns templos encontrados, como a Grande Caverna (também conhecida como Templo da Lua). Com base nas evidências encontradas, acredita-se que esses templos continuaram em construção, até que a cidade inca teve que ser abandonada em 1535, ainda inacabada.

Hoje, a montanha Huayna Picchu é conhecida como a melhor aventura de Machu Picchu. As estradas que os Incas construíram são percorridas por centenas de turistas todos os dias. Do alto você pode tirar uma das melhores fotos de cartão postal da cidade Inca. A fama desta montanha é tão grande que para muitos visitantes ir a Machu Picchu e não visitar o 'Huayna' é como não ter ido.

O que fazer em Huayna Picchu?

Rota de caminhada – A caminhada de Machu Picchu até o topo da montanha Huayna Picchu cobre cerca de 2 quilômetros de trechos, a maioria sobe escadas íngremes (de no máximo 60 graus). Chegar ao topo leva de 1 a 2 horas, dependendo da resistência física do turista. No topo você pode ver belas paisagens. O caminho de retorno segue a mesma rota do trecho de subida. Porém, se você decidir ir ao Templo da Lua, o caminho será diferente e mais longo.

As escadas da morte – Um dos trechos mais famosos durante o percurso até o topo da montanha Huayna Picchu são as chamadas 'Escadas da morte'. O nome dessas escadas íngremes deve-se à dificuldade de superá-las. Ninguém perdeu a vida durante esta seção que requer ambas as mãos para continuar a escalar. Está localizado quase na última parte do caminho para o topo do Huaynapicchu.

A Grande Caverna – O Templo da Lua ou Grande Caverna é um recinto localizado no lado oposto da montanha, construído dentro de uma caverna. Tem paredes, janelas, mesas polidas com tal perfeição que o local teria sido utilizado para a realização de rituais religiosos da maior importância. Você chega lá fazendo um desvio desde o topo de Huayna Picchu. Isso implica duas horas adicionais de caminhada. É por isso que poucos turistas se atrevem a ir à Grande Caverna. Se você tiver a sorte de ir lá, com certeza estará quase sozinho com o templo.

Flora e fauna – Na montanha Huayna Picchu é possível encontrar uma diversidade de plantas, insetos, pássaros e, com sorte, animais silvestres. As espécies de flores mais comuns e populares são as orquídeas, considerada a flor de Machupicchu devido à sua grande diversidade de até 400 espécies. Também é fácil encontrar lagartos, beija-flores, vizcachas, galo das pedras e até mesmo o famoso urso de óculos.

É perigoso?

As redes sociais e os fóruns da Internet criaram a ideia de que escalar a montanha Huayna Picchu é perigoso. No entanto, de acordo com a maioria dos visitantes que lá estiveram, isto é falso. As seções são íngremes, difíceis, mas não perigosas. Ninguém escorregou ao tentar escalar e caiu de um penhasco. O que deve ser levado em consideração é que os idosos devem estar em boas condições físicas para viajar nesta montanha. Subir escadas em grandes altitudes pode causar respiração ofegante e, no caso de pessoas com problemas cardíacos, desmaios. Os adultos mais velhos são aconselhados a consultar seu médico antes de fazer esta aventura.

Como ir? Quanto custa?

Para visitar esta montanha você deve fazer um tour 'Machu Picchu com Huayna Picchu', de 1 ou 2 dias. Todos os passeios incluem: entrada, transporte em minivan, trem, ônibus, guia turístico e, em alguns casos, hospedagem e alimentação. O preço dos passeios de 1 dia é de aproximadamente 320 dólares americanos.

A outra forma de ir a Huayna Picchu é por conta própria, adquirindo cada passagem (trem, ônibus) e serviço (guia turístico, hotel, restaurantes) separadamente. Porém, o principal é adquirir a passagem 'Machu Picchu com Huayna Picchu' com antecedência de 3 ou 4 meses. Só então todo o roteiro da viagem pode ser organizado. O custo desta passagem é de aproximadamente 200 soles peruanos (62 dólares americanos).

Ingresso Machu Picchu com Huayna Picchu

O ingresso 'Machu Picchu com Huayna Picchu' oferece 400 vagas por dia. Esta disponibilidade é baixa em comparação com o grande número de turistas que desejam ingressar neste ponto turístico. Portanto, é recomendável comprar a passagem online com 3 ou 4 meses de antecedência. Você pode adquirir a passagem no site oficial (www.machupicchu.gob.pe). Ou através do site de uma agência de turismo autorizada. O valor da passagem é de 200 soles peruanos, embora as agências de turismo cobrem um valor adicional pelo serviço. Como o próprio nome sugere, o ingresso inclui a entrada para Machu Picchu e Huayna Picchu.

Horários

Ao comprar sua passagem 'Machu Picchu com Huayna Picchu' você deve escolher um dos seguintes horários de entrada:

Preços e descontos

A entrada 'Machu Picchu com Huayna Picchu' oferece descontos para:

Universitários estudantes – estudantes universitários de graduação que estão com menos de 25 anos de idade no momento da sua visita, pode comprar o seu bilhete de entrada com um desconto aproximado de 25%. Para tal, devem efetuar a compra com o seu cartão universitário em vigor (o cartão ISIC já não é permitido).

Menores de 18 anos – Menores de 18 anos (mas maiores de 12 anos) poderão comprar o ingresso com desconto de aproximadamente 25%. Para tal, os pais (ou pessoa idosa) deverão adquirir o bilhete com o passaporte ou documento de identidade do menor.

Cidadãos da Comunidade Andina de Nações – Os cidadãos do 'CAN' podem adquirir sua passagem com um desconto de aproximadamente 25%, mostrando o passaporte, documento de identidade ou cartão de imigração, no momento da compra. Os países incluídos nesta promoção são: Peru, Colômbia, Equador e Bolívia.

Estrangeiro
Preço
Nacional (Peru, Colômbia, Bolívia, Equador)
Preço
Adulto200 S/Adulto112 S/
Estudante118 S/Estudante80 S/
Criança (8 a 17 anos)118 S/Criança (8 a 17 anos)80 S/

Eu preciso de um guia turístico?

O passeio pela montanha Huayna Picchu na companhia de um guia turístico não é obrigatório. Se quiser, deve contratar um serviço privado (só para si e para o seu grupo de amigos ou família). Os guias podem ser reservados online através de uma agência de turismo, ou diretamente no portão de entrada de Machu Picchu.

Regras

Na montanha Huayna Picchu:

Dicas para a caminhada

Leve uma mochila com o necessário: lanches, bebidas reidratantes, camisa pólo para trocar, câmera fotográfica. Assim, suas mãos ficam livres para andar com mais segurança.

Se você encontrar alguém que desce do topo, dê-lhe o passo. O mesmo acontecerá quando você descer da montanha

Você não precisa ser um montanhista profissional para fazer esta caminhada. Ainda assim, seria bom se você praticar algum esporte algumas semanas ou dias antes da caminhada. Subir e descer escadas é um bom exercício.

Se você estiver visitando o Templo da Lua, informe ao guarda-florestal que você seguirá esse caminho. É bom para sua segurança que os encarregados saibam que você está lá.

Não é comum sofrer os sintomas do mal da altitude em Huayna Picchu: tontura, fadiga, náusea, dor de cabeça. No entanto, uma boa ideia para prevenir esses sintomas é beber muita água (o chá de coca é uma boa opção). Acima de tudo, evite alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas antes da caminhada.

Imagens de Huayna Picchu

Paisaje alrededor del Huayna Picchu
Camino al Huayna Picchu
Turistas descendiendo del Huayna Picchu
Veja mais fotos de viajantes

Imagens de Huayna Picchu

Atracções turísticas perto de Huayna Picchu

Montanha Machu Picchu

A montanha Machu Picchu é a montanha mais alta da cidade inca. A caminhada até o topo é exigente. Você verá belas paisagens, flora, fauna e muito mais.

Montanha Machu Picchu

Trilha Inca

A trilha Inca é uma rota de 4 dias e 3 noites para Machu Picchu. Percorra parte dos qhapac ñan (rede vial inca) até o Intipunku (Porta Do Sol).

Trilha Inca

Intipunku

O Intipunku (Porta do Sol em quechua) foi a antiga via de acesso a Machu Picchu dos incas. Hoje é uma curta caminhada. Leva 1 ou 2 horas para chegar.

Intipunku