San Blas em Cusco

San Blas é um dos bairros mais populares de Cusco. É famosa por suas ruas estreitas e pitorescas. Também pelas lojas de artesanato onde se estabeleceram os melhores mestres artesãos da cidade. E por último algo misterioso que atrai os 'mochileiros', turistas que procuram um pouco de tranquilidade e energia positiva. Você chega a este lugar caminhando 5 minutos da praça principal de Cusco.



O que é San Blas?

San Blas é um bairro de Cusco famoso por suas lojas de artesanato e ruas pitorescas. Na época dos incas, os principais palácios e templos incas estavam localizados lá. Durante a colônia, esses edifícios foram substituídos por igrejas cristãs e casas coloniais. Há alguns anos, ali se instalaram os melhores artesãos da cidade, como as famílias Olave, Mérida, Hilaria Mendivil e outras. Hoje, esse bairro é uma espécie de 'lugar boêmio' onde se encontram artistas, 'mochileiros' e pessoas que buscam relaxar e conhecer um pouco mais a cidade.

Onde está?

O bairro de San Blas está localizado a menos de 1 km da praça principal de Cusco. Você chega lá seguindo uma ladeira que atravessa a rua Hatun Rumiyoc (caminhada de apenas 10 minutos, aproximadamente).

Mapa para chegar a San Blas

História

Na época dos incas, o conjunto de palácios e templos do bairro de San Blas tinha o nome de T'oqokachi, que significa 'Caverna de Sal'. O local era muito estimado pelo Inca porque de lá se tinha uma vista privilegiada da cidade. Até porque, devido à sua localização numa encosta, a água de nascente era abundante naquele local. É por isso que o imperador Pachacutec (1418 - 1471) mandou construir um templo em homenagem ao raio (o templo de Illapa). Além disso, ele solicitou que seus restos mortais fossem mumificados e mantidos naquele lugar.

Quando os espanhóis chegaram a Cusco e subjugaram os incas (meados do século 16), os palácios e templos incas foram destruídos para impor as igrejas cristãs e as casas coloniais. O bairro foi renomeado para 'San Blas' em homenagem ao mártir cristão Blas de Sebate (¿? - 316 DC) executado pelo Império Romano. Então, o templo de 'Illapa' se tornou a 'Igreja de San Blas'. Sobre as fundações do palácio Sinchi Roca foi construído o palácio arquiepiscopal (onde atualmente se destaca a famosa 'Pedra dos 12 ângulos').

Durante a República do Peru, no bairro de San Blas se instalaram as oficinas de diversos artesãos habilidosos em pintura, escultura, cerâmica e muito mais. Os anos reservaram um prestígio às famílias de artesãos Mérida, Olave e Mendivil. Atualmente, este bairro é um local de encontro de turistas aventureiros e 'mochileiros' e onde é possível comprar artesanato de boa qualidade. É conhecido como o 'bairro boêmio de Cusco', onde você pode visitar o 'Templo de San Blas', a 'Pedra dos 12 ângulos' e outras atrações turísticas.

A pedra dos 12 ângulos

A pedra de 12 ângulos faz parte das sólidas paredes do antigo palácio do Inca Sinchi Roca (hoje em suas paredes está o Palácio do Arcebispo e o Museu de Arte Sacra). Sua popularidade se deve ao seu imenso tamanho e formato polido em doze ângulos que combinam perfeitamente com as pedras circundantes. Ele está localizado na Rua Hatun Rumiyoc, que leva diretamente à praça San Blas. No Peru é considerada Patrimônio Cultural da Nação. Muitos turistas vêm lá e tiram fotos de graça.

A encosta de San Blas

Esta ladeira é uma rua famosa em Cusco, que leva à praça e à igreja de San Blas. É popular por seus degraus estreitos e de pedra, que lembram o estilo inca. Você chega lá descendo a rua Hatun Rumiyoc. Lojas de artesanato, restaurantes, cafés e pousadas abundam em ambos os lados da rua. Devido à sua inclinação acentuada, para atravessar esta rua é necessário avançar lentamente. É um lugar ideal para tirar boas fotos da cidade.

Galeria da família Hilario Mendivil

Hilario Mendívil Velasco (1927 - 1977) foi um artesão cusco conhecido por fazer santos e virgens com pescoços alongados. Sua galeria e oficina de museu está localizada na praça de San Blas. Lá o turista poderá apreciar uma amostra com suas obras e também fotos da história desta família dedicada ao artesanato. Por seu trabalho imagético, recebeu o Prêmio Nacional de Cultura e também o Prêmio Nacional de Artesanato. Hoje, seus filhos continuam seu legado.

Oficina e galeria da família Mérida

Edilberto Mérida Rodríguez (1927 - 2009) foi um notável artista cusco, renomado escultor e entalhador cujas figuras grotescas (com mãos e pés enormes) receberam diversos prêmios nacionais e internacionais. Sua oficina e galeria estão localizadas a poucos passos da praça San Blas. Lá é possível apreciar algumas de suas obras, que abordam principalmente o tema religioso. Algumas de suas obras também estão expostas no Congresso da República do Peru. Atualmente sua filha continua a tradição herdada de sua família.

Olave Family Artesanato

Antonio Olave (1928 - 2016) foi um dos mais importantes artesãos de Cusco do século XX. Algumas de suas obras mais importantes são os chamados 'Niños manuelitos', que são representações em cerâmica do menino Jesus cujos rostos ternos adornam os nascimentos das famílias de Cusco. Sua oficina e museu fica perto da praça de San Blas. Lá também é possível ver sua obra mais representativa: 'A criança do espinho', que também é feita com olhos de vidro, peeling de espelho, dente de pena de condor, cabelo natural, lágrimas de vidro e mais detalhes.

A praça de San Blas

O principal centro do bairro de San Blas é a sua praça, que foi construída durante a colônia sobre as ruínas do 'Arrayan-pata', que delimitava a antiga cidade inca. De um lado está a igreja. Para outro, está repleto de lojas de artesanato onde se destacam as oficinas da família Olave, Mérida e Hilario Mendívil. Na frente, fica a 'paqcha' ou piscina de água. Nesta pequena praça encontram-se turistas, cidadãos de Cusco e, sobretudo, visitantes “mochileiros” de diferentes nacionalidades.

A igreja de San Blas

A igreja de San Blas é famosa por ser o primeiro templo católico construído na cidade inca de Cusco. Foi construído sobre as ruínas do templo inca dedicado aos raios, o 'Templo de Illapa' (o deus do trovão). Ao contrário de outras igrejas da cidade, esta é simples, construída em adobe e reforçada com pedra, após o terremoto de 1650. Sua principal atração é o púlpito, esculpido em cedro de alta qualidade. A igreja também possui pinturas da famosa 'Escola de Cusco'. É um dos templos mais históricos da cidade.

San Blas em fotos

San Blas
San Blas
San Blas
Veja mais fotos de viajantes

Informação interessante

No campo turístico, o bairro de San Blas é conhecido como 'A varanda de Cusco', devido a sua localização no topo do centro da cidade. De lá você tem uma vista privilegiada da antiga capital inca.

Não há muitas excursões que incluam uma visita a este bairro. Uma opção é contratar um guia particular e sugerir uma visita a San Blas. No entanto, a maioria dos visitantes conhece suas ruas caminhando por conta própria.

Segundo algumas crônicas, a múmia do famoso imperador Pachacutec foi enterrada no templo de San Blas. Posteriormente, presume-se que ela foi levada para a cidade de Lima e permanece enterrada no hospital San Andrés. No entanto, outros pesquisadores sugerem que a múmia do maior imperador inca estaria escondida em Machu Picchu.

Dicas para sua visita

San Blas não são apenas ruas estreitas onde se encontram famosos artesanatos. Existem também restaurantes e hotéis de grande prestígio. Por exemplo, o 'Restaurante Pachapapa', o 'Chakruna Native Burgers', o 'Granja Heidi' ou os 'Restaurantes Green Point'. Os alojamentos mais famosos do lugar são: o 'Hotel Ruinas', o 'Casa San Blas Hotel Boutique', o 'Antigua Casona San Blas' e outros.

O bairro de San Blas tem um clima semelhante ao da cidade de Cusco, com dias ensolarados (com temperaturas máximas de 23ºC) e noites frias (com temperaturas mínimas de 4ºC.). Se for pela manhã, leve apenas paletó, além de chapéu, protetor solar e calçado confortável. À noite, não se esqueça de trazer suéter, luvas ou cachecol.

O mal da altitude é uma doença natural quando se visita Cusco. Isso se deve à geografia montanhosa, onde o nível de oxigênio é baixo. Não se preocupe que os sintomas (geralmente cansaço e náuseas) geralmente desapareçam por conta própria após alguns dias de adaptação à cidade. Uma boa alternativa para diminuir os sintomas é beber o 'mate de coca' (infusão feita com a folha da coca, planta sagrada dos incas).

Atracções turísticas perto de San Blas em Cusco

Pedra de 12 Ângulos

A pedra de 12 ângulos mostra a elaborada arquitetura Inca. Fazia parte do palácio Inca Roca. Fica na rua Hatun Rumiyoq em Cusco.

Pedra de 12 Ângulos

Centro histórico de Cusco

O centro de Cusco conta com locais incas como o Coricancha e a Pedra dos 12 ângulos. Há também restaurantes, bares, discotecas, Hotéis e muito mais.

Centro histórico de Cusco

Mercado San Pedro

O mercado de San Pedro é o mais popular e antigo de Cusco. Foi desenhado por Gustave Eiffel. Oferece comida, artesanato, restaurantes e muita cultura.

Mercado San Pedro