Igreja da companhia de Jesus de Cusco

A um lado da praça principal de Cusco, destaca-se a imponente igreja da Companhia de Jesus, um dos templos cristãos construídos durante a época colonial. Como muitos monumentos coloniais, este templo foi edificado sobre o antigo Amarucancha (palácio do inca Huayna Cápac). Atualmente, a igreja faz parte do "Circuito do Barroco Andino', uma visita aos templos barrocos do Cusco, que também incluem a Igreja de São Pedro Apóstolo de Andahuaylillas, o templo de São João Batista de Huaro e a capela da Virgem Purificada de Canincunca.



Descrição

A igreja da companhia de Jesus é um templo barroco de culto católico, que foi construído pela ordem religiosa jesuíta aproximadamente entre 1571 e 1593. É uma das igrejas mais importantes de Cusco, juntamente com a Catedral. A arquitetura do templo harmoniza a simetria e beleza. Destacam-se a sua fachada com decoração ornamental, seu altar-mor, suas pinturas criados pela 'escola cusqueña', da cúpula, os objetos de prata, ouro e muito mais.

Onde está?

A igreja da companhia de Jesus, localiza-se em plena praça principal da cidade de Cusco.

Como ir?

Para visitar a igreja da Companhia de Jesus de Cusco se deve caminhar até a praça principal. Outra opção é tomar um táxi. Na praça, destacam-se duas grandes igrejas: a maior é a Catedral de Cusco. A outra, a igreja da Companhia de Jesus.

Mapa

História

Como a maioria das igrejas da cidade de Cusco, o templo da Companhia de Jesus, foi construído sobre as fundações de um palácio inca (a casa real do inca Huayna Capac, também conhecido como o 'Amarucancha'). Segundo as crónicas da época, os jesuítas chegaram à cidade em 1571. Os primeiros trabalhos começaram em 1578, e contou com o apoio de dona Teresa Ordoñez, esposa do conquistador Diego de Silva, que adquiriu o terreno pertencente a Francisco Pizarro. Os trabalhos foram concluídos em 1593, embora o altar maior obra de Bernardo Bitti e Pedro Vargas) foi colocado em 1605.

Em 1650, um forte terremoto destruiu o muro ocidental, causando vários danos. Nos anos seguintes, foram realizados os reparos necessários ao manter a forma de hoje, com duas torres e campanários, uma nave grande, com colunas e uma decoração barroca, onde se destacam os panos de linho e o altar-mor e muito bem decorado. As crônicas mencionam a autoria da obra do holandês João Batista Egidiano. As dimensões desta igreja não são tão grandes como a Catedral de Cusco, embora ambas apresentam uma decoração brilhante.

Atualmente, a igreja da Companhia de Jesus é um dos templos cristãos mais importantes e imponentes da cidade de Cusco. Faz parte do 'Circuito dos barrocos andinos" junto com outras igrejas da região, como: a igreja de São Pedro Apóstolo de Andahuaylillas, o templo de São João Batista de Huaro e a capela da Virgem Purificada de Canincunca.

Arquitetura

O templo é composto por duas capelas laterais, coroado por duas torres sineiras. Tem uma única nave sustentada por colunas. Toda a construção é feita de pedra andesito e balsato rosa. A fachada é composta por janelas, varanda, vãos e nichos; é uma amostra do barroco colonial. Em ambos os lados da igreja há duas capelas laterais denominadas: 'Capela de índios' (também chamada capela da Virgem de Loreto) e a 'Capela de San Ignacio'. Sua estrutura sólida, mas muito bem decorada a transformaram em um dos templos mais belos da cidade de Cusco.

Tesouros da Companhia de Jesus

Quanto custa a visita?

O preço do ingresso para a igreja da Companhia de Jesus é de 16 soles peruanos para pessoas adultas (5 dólares americanos, aproximadamente). A visita em horário de missa (de 7 da manhã até às 8 da manhã) é grátis.

O tour do 'Circuito do Barroco Andino' oferece a visita à igreja da Companhia de Jesus, a Igreja de São Pedro Apóstolo (povoado de Andahuaylillas, o templo de São João Batista (vila de Huaro) e a capela da Virgem Purificada (povo de Canincunca). Inclui transporte e de um serviço de guia turístico. O preço do tour é de 60 soles peruanos (20 dólares americanos, aproximadamente).

Qual é o horário de funcionamento?

A igreja está aberto para visitas turísticas todos os dias, exceto domingo e segunda-feira, a partir das 10 da manhã até as 11h30 da manhã.

Fotos

Torres de la Iglesia de La Compañía de Jesús
Frontis de la Iglesia de La Compañía de Jesús - Cusco
Altar mayor de la Iglesia de La Compañía de Jesús de Cusco
Veja mais fotos de viajantes

Mais informações

A igreja está construída sobre os restos do palácio do inca Huayna Capac, conhecido como o 'Amarucancha' (casa da grande serpente, na língua quechua). Segundo as crônicas, o nome se deve porque lá teria guardado uma imensa cobra que o inca trouxe de suas conquistas no Antisuyo (região da floresta).

Aproveite a sua visita a Cusco para conhecer a igreja da Companhia de Jesus e outros templos coloniais da cidade, como por exemplo: a igreja de São Cristóvão, a igreja de Santo Domingo (Coricancha), a igreja de Santa Clara, a igreja de São Pedro, a Catedral de Cusco e outros mais.

Dicas

A fachada da igreja é uma das mais belas do Cusco é também uma das mais fotografadas. Não perca a oportunidade de tirar uma foto a este templo religioso. Desde a praça principal é possível conseguir boas fotos.

Lembre-se que não pode tirar fotos ou fazer filmagens dentro da igreja da Companhia de Jesus do Cusco. Pode percorrer e apreciar os tesouros do templo, mas sempre guardando silêncio, pois se trata de um templo cristão de importância.

Atracções turísticas perto de Igreja da Companhia de Jesus

Catedral de Cusco

A Catedral de Cusco fica ao lado da praça principal. O custo é de 25 sóis peruanos (8 dólares). Inclui puncturas, esculturas, tesouros e muita história.

Catedral de Cusco

Igreja de San Francisco em Cusco

A Igreja de San Francisco de Cusco possui tesouros como as catacumbas ou a pintura "genealogia da Ordem franciscana", a maior da América do Sul.

Igreja de San Francisco em Cusco

Igreja de Belén em Cusco

O templo nasceu em 1550 como paróquia de índios. O terremoto de 1650 causou sua reconstrução como igreja. Sua principal efígie é a Virgem de Belén.

Igreja de Belén em Cusco