O bairro de San Lázaro em Arequipa

O bairro San Lázaro é o conjunto de casas mais antigo da cidade de Arequipa. Essas casas, ruas e praças são feitas principalmente de 'sillar', uma pedra vulcânica branca muito usada na maioria dos templos e mansões da cidade. Ali viviam cerca de 40 famílias, que foram os primeiros habitantes da cidade. A visita a este local é totalmente gratuita. É uma das atrações turísticas mais populares da 'cidade branca'.


Descrição

O bairro de San Lázaro é o primeiro conjunto de ruas e casas que nasceu na cidade de Arequipa. Sua origem é anterior à fundação da cidade, em 15 de agosto de 1540. É composta por várias ruas estreitas e de paralelepípedos e também por casas de silhar, pedra vulcânica muito utilizada para a construção de templos e palácios em Arequipa. O bairro é formado por Violín, Cristales, Desaguadero, Ripacha, Calienes, Combate Naval, Bayonetas e mais vielas.

No bairro de São Lázaro existe uma pequena capela considerada uma das mais antigas da cidade. As estreitas ruas de paralelepípedos, as paredes brancas de silhar e o silêncio do local proporcionam um ambiente indescritível que atrai os visitantes. Lá você pode comprar o famoso pão 'Ripacha' (à base de trigo). Por pertencer ao Centro Histórico de Arequipa, é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Da mesma forma, o Instituto Nacional de Cultura do Peru (INC) declarou o bairro como 'Ambiente Urbano Monumental'.

Localização

O bairro São Lázaro está localizado no Centro Histórico da cidade de Arequipa, a cerca de 850 metros da Praça Principal. Está localizada às margens do rio Chili, entre as ruas Juan de la Torre, Puente Grau e Jerusalém.

Mapa

Como chegar?

Para chegar ao bairro de San Lázaro, basta caminhar cerca de 15 minutos, a partir da Praça Principal de Arequipa.

História

A história do bairro San Lázaro é muito antiga. Em tempos pré-incas, o local foi ocupado pelas culturas Yarabas, bem como Collas, Lupacas, Tiahuanacos, Carumas, Ubinas e mais. Naquela época, o site provavelmente se chamava Llallinhuayo. Após a ocupação Inca, os espanhóis chegaram e fundaram a cidade de Arequipa em 1540. Então, os primeiros casarões que nasceram na cidade localizaram-se neste bairro. Acredita-se que seu nome se deva à capela de 'San Lázaro', a cargo da ordem dominicana. Outros acreditam que é devido à ressurreição de um de seus habitantes.

No início, o bairro era lar de monges espanhóis e dominicanos. Também serviu de mercado. Algumas casas e ruas do bairro foram danificadas pelos sucessivos terremotos ocorridos em 1555, 1582, 1784, 1821, 1948, 1958, 1960, 1979 e 2001. No século 20, o bairro foi preservado e protegido. Em 1972, o INC declarou-o um Ambiente Urbano Monumental. Por fazer parte do Centro Histórico da cidade, é considerada Patrimônio da Humanidade (2000) pela Unesco.

As ruas e praças

As ruas do bairro de San Lázaro são estreitas, pavimentadas com paralelepípedos pretos e paredes brancas de silhar. Algumas das ruas mais conhecidas são a Callejón Bayoneta (com uma passagem estreita), a Callejón de los Cristales (que não tem calçadas), bem como a Calleja del Combate Naval. Destaca-se também a praça do Camporredondo (em homenagem ao general espanhol que vivia no local), que era um mercado e hoje é chamada de praça do Matorral.

O silhar

Ashlar é uma pedra vulcânica abundante nas montanhas de Arequipa, que foi amplamente utilizada para a fabricação de templos, palácios e casas na cidade de Arequipa durante a era colonial. A maior parte das casas do bairro San Lázaro são feitas com esse material. Existe uma ponte totalmente em silhar, que liga a ermida e a praça às restantes ruas. Devido à proliferação de construções com esse material, Arequipa é chamada de 'Cidade Branca'. Existe até um passeio chamado 'A rota do sillar'.

Quanto custa para ir?

A visita ao bairro de San Lázaro é gratuita. Você anda por suas ruas e praças sem nenhum custo. Também é possível contratar os serviços de um guia turístico que explicará ao visitante tudo o que ele precisa saber sobre este local histórico.

Fotos

Barrio San Lazaro - Arequipa
Barrio San Lazaro - Arequipa
Barrio San Lazaro - Arequipa
Veja mais fotos de viajantes

Mais informação

Acredita-se que a fundação da cidade de Arequipa foi feita no bairro de São Lázaro. No entanto, essa crença não é verdadeira. A fundação da 'Cidade Branca' realmente ocorreu na atual Praça Principal.

Ripacha é o nome de uma das ruas do bairro São Lázaro. Esse nome também é dado a um pão de trigo tradicionalmente assado, que se destaca pelo sabor delicioso e pelo costume de consumi-lo no café da manhã acompanhado de adobo (prato tradicional da Arequipa).

Alguns conselhos

Além do bairro San Lázaro em Arequipa, não perca a oportunidade de conhecer alguns dos bairros mais tradicionais da cidade, como os bairros Yanahuara, Cayma, Selva Alegre, Vallecito e muito mais.

Nos tradicionais bairros de Arequipa acontecem algumas das festas mais famosas da cidade, como a 'Queima de Judas'. Este festival religioso é celebrado a cada Domingo da Ressurreição com a queima de uma boneca que representa Judas. Antes de ser consumido pelas cinzas, é lido um testamento onde são criticados os erros da sociedade.

Atracções turísticas perto de O bairro de San Lázaro em Arequipa

O moinho de Sabandía

O moinho de Sabandia é uma construção colonial onde trigo e milho são moídos. Hoje, é considerado Patrimônio cultural do Peru e símbolo de Arequipa.

O moinho de Sabandía

O mercado de San Camilo em Arequipa

O mercado é Patrimônio Cultural do Peru e Patrimônio Histórico de Arequipa. Ali estava a Igreja São Camilo que ficou destruída no terremoto de 1868

O mercado de San Camilo em Arequipa

O miradouro Yanahuara em Arequipa

O Miradouro de Yanahuara é um dos lugares mais fotografados de Arequipa. Foi construído no século XIX. Perto está a Igreja e Praça Yanahuara.

O miradouro Yanahuara em Arequipa