O cânion Cotahuasi em Arequipa

O cânion Cotahuasi é o quarto mais profundo do planeta. Embora não seja tão visitado como o Cânion do Colca (o grande atrativo turístico da região é o Cânion do Colca), possui muitas características para ser um ótimo destino. Durante o trajeto, o visitante poderá desfrutar das cachoeiras da Sipia, das termas do Luicho e das belas paisagens do vale. A maioria dos passeios partem da cidade de Arequipa. Eles podem ser obtidos na mesma cidade ou pela internet.


Descrição

O cânion Cotahuasi tem uma profundidade de 3.535 metros, sendo um dos mais profundos do planeta, superado apenas pelo cânion Yarlung Tsangpo (5.590 metros), pelo cânion Apurímac (4.691 metros) e pelo cânion Kali Gandaki (4.375 metros). O cânion faz parte de um extenso vale onde existem rios, lagoas, montanhas, riachos, plataformas e muito mais. No topo, o vulcão Solimana (6.093 metros acima do nível do mar) e o vulcão Coropuna (6.425 metros acima do nível do mar) parecem impressionantes.

O Vale do Cotahuasi é considerado uma reserva paisagística protegida pelo Estado peruano. O local foi habitado pela cultura Wari (séc. VII a XIII) para posteriormente ser conquistado pelo império Inca que ali construiu as primeiras estradas, plataformas e recintos. Durante a colônia, os depósitos minerais da área foram explorados. Hoje, o cânion e todo o entorno que o cerca é um importante atrativo turístico natural repleto de cultura e belas paisagens.

Onde está?

O cânion Cotahuasi está localizado no distrito de mesmo nome, província de La Unión, região de Arequipa, no sul do Peru.

Como chegar?

A maioria dos passeios partem da cidade de Arequipa, localizada a 368 quilômetros por estrada. Existe uma outra rota alternativa que atravessa as províncias de Parinacochas e Paucar del Sara Sara na região de Ayacucho, embora esta rota seja mais longa e acidentada.

Mapa

Vale Cotahuasi

O Vale de Cotahuasi é uma extensa área geográfica onde se encontram aldeias andinas com muitas tradições, enormes bosques de pedras, cachoeiras, grande diversidade de flora e fauna além do famoso cânion Cotahuasi. O vale recebe as águas do rio Cotahuasi, que desce das duas grandes montanhas do local: o Coropuna e o Solimana. Desde diferentes mirantes, como 'el mirador de Allhuay', você tem uma vista privilegiada das cidades andinas e seus campos cultivados que compõem este belo vale. A cidade de onde a viagem ao cânion é organizada é 'Villa de Cotahuasi'.

O cânion

O 'Cânion das Maravilhas' (também é conhecido por esse apelido), se considerarmos o fundo do rio até o pico mais alto de uma de suas montanhas, pode ser considerado o mais profundo do planeta, atingindo 6.093 metros. Essa peculiar geografia é ideal para esportes de aventura como rapel, parapente, canoagem, ciclismo, escalada e muito mais. O Rio Cotahuasi desce dos altos picos de Solimana e Coropuna até desaguar no Oceano Pacífico, após percorrer as profundezas do cânion. Embora este lugar não seja tão popular quanto o desfiladeiro do Colca, para muitos é ainda melhor.

As cataratas de Sipia

Uma das melhores atrações do Vale do Cotahuasi são as Cataratas do Sipia. Esta cachoeira está localizada no distrito de Toro, província de La Unión. Possui várias cachoeiras que somam 500 metros em 3 divisões (uma das mais altas do Peru). Este lindo lugar é ideal para escalada ou ciclismo. Para chegar lá, além da viagem de carro, é preciso fazer uma curta caminhada. Pela beleza de todo o entorno natural, as cachoeiras são uma excelente opção para tirar fotos.

Os banhos termais de Luicho

Os banhos termais de Luicho são um dos centros recreativos mais famosos da província de La Unión e do vale Cotahuasi. Eles estão localizados a apenas 25 minutos da cidade de Cotahuasi, capital da província. As três piscinas de água quente saem de uma nascente que vem da serra do Luicho, situada no topo do local. Suas temperaturas variam de 33ºC. até 38ºC. dividido em três piscinas (duas exteriores e uma interior). Suas águas são indicadas para pessoas com algumas enfermidades como: reumatismo, estresse, artrite, doenças musculares e muito mais. A visita é recomendada para turistas, após fazer a exaustiva caminhada até o cânion Cotahuasi.

Clima

O cânion Cotahuasi, em seus mais de 3 quilômetros de profundidade, possui até 12 ecossistemas com diferentes níveis de altitude e climas. O ponto mais visitado pelos turistas é a serra andina, que oferece um clima temperado que varia de 23ºC. até 9ºC. As chuvas costumam ocorrer em qualquer época do ano, principalmente de outubro a março.

O que levar?

Durante sua visita ao cânion Cotahuasi, não se esqueça de trazer com você:

Quando ir?

A melhor época para visitar o Cânion Cotahuasi é durante a estação seca, que vai de abril a setembro. Nesses meses as chuvas são menos frequentes, o que permite um melhor terreno para realizar as caminhadas necessárias. A estação das chuvas vai de outubro a março.

Fotos

Cañon Cotahuasi - Arequipa
Cañon Cotahuasi - Arequipa
Cañon Cotahuasi - Arequipa
Veja mais fotos de viajantes

Informação adicional

O vale Cotahuasi, além do famoso cânion, oferece outras atrações turísticas menos conhecidas, como as pinturas rupestres de Huancarama. Estes estão localizados ao norte da cidade de Charcana. São vários desenhos rupestres que mostram a relação entre os primeiros homens que habitaram o local e o seu ambiente natural.

Outro dos atrativos turísticos pouco conhecidos do vale Cotahuasi é o bosque de pedras de Huarmunta, cujas enormes rochas de origem vulcânica, causadas pela erosão do vento, do sol e da chuva; eles assumiram várias formas. Segundo os moradores, suas figuras lembram as silhuetas de uma mulher. Localiza-se no distrito de Huaynacotas.

Conselho

O município de Huaynacotas, localizado a 93 quilômetros de Cotahuasi, possui dois pontos turísticos que você não pode deixar de visitar: o bosque de pedras de Huarmunta e a fortaleza de Llamocca. Este último local foi construído pela cultura Wari, como um templo onde possivelmente eram feitos sacrifícios aos 'apus' ou montanhas tutelares do local: o vulcão Solimana (6.093 msnm) e o vulcão Coropuna (6.425 msnm).

Se você gosta das incríveis paisagens e da cultura viva dos povos andinos, definitivamente uma excelente opção é visitar o famoso cânion Colca, que (assim como o Cotahuasi) é um dos mais profundos do planeta e está localizado em Arequipa. Lá é possível ver o vôo dos condores, desfrutar de banhos termais e conhecer o estilo de vida dos povos andinos. Os passeios partem da cidade de Arequipa. É a segunda atração turística mais visitada do Peru, depois de Machu Picchu.

Atracções turísticas perto de O cânion Cotahuasi em Arequipa

A floresta de pedras Choqolaqa em Arequipa

Choqolaqa é conhecida como a antiga Arequipa, pois acredita-se que foi uma cidade transformada em pedra pela desobediência dos moradores aos seus deuses.

A floresta de pedras Choqolaqa em Arequipa

A reserva nacional salinas e aguada blanca

Está localizado ao sul do Peru, parte dos departamentos de Arequipa e Moquégua. Ali habitam diversos mamíferos como as vicunhas e aves, como o condor andino.

A reserva nacional salinas e aguada blanca

Lagoas de Mejía em Mollendo

Esta famosa Lagoa está dentro do Santuário Nacional Lagoas de Mejía em Mollendo, Arequipa. É um dos melhores observatórios de aves de todo o Peru.

Lagoas de Mejía em Mollendo